Saúde

Menino Tancrède deve receber transplante de medula neste mês

Garoto americano que vive em São Paulo e tem tipo agressivo de leucemia encontrou doador compatível no mês passado

Por: Veja São Paulo

tancrède bouveret
Menino agradece mensagens de apoio em sua espera pela medula óssea para salvar sua vida (Foto: Reprodução Facebook)

Portador da síndrome mielodisplásica, um tipo raro e agressivo de leucemia, o menino americano Tancrède Bouveret, de 11 anos, deve receber transplante de medula ósseo no próximo dia 29. O tratamento era a único possível para salvá-lo. Seus pais, Luc Bouveret e David Arzel, iniciaram uma campanha nacional e conseguiram, no mês passado, achar um doador compatível. Nesta quarta-feira (8), ele foi internado para recuperar os quilos perdidos por causa da quimioterapia e um resfriado. 

+ "Acreditamos no milagre”, diz pai de menino à espera de medula óssea

Nesta etapa do tratamento, após recuperar o peso, Tancrède passará por um tratamento quimioterápico mais agressivo. Ele deve ficar um mês e meio internado até receber alta. Depois, terá acompanhamento médico por seis meses até recuperar a imunidade.

Na última quarta- feira (8), em sua página no Facebook, o pai de Tancrède, David, disse que o dia 29 será o “dia de renascimento”. Ele afirmou que o filho está muito feliz e agradeceu o apoio e orações que tem recebido.

Cinquenta programas para fazer no feriado

A campanha pela saúde de Tancrède mobilizou celebridades como Neymar e Isabella Fiorentino e até presidente Dilma Rousseff. Com isso, o número de doadores de medula óssea no hemocentro da Santa Casa, em São Paulo, disparou dos doze candidatos habituais para 1 200 voluntários em apenas um dia.

+ Confira as últimas notícias

Fonte: VEJA SÃO PAULO