Zoológico

Menino atacado por tigre afirma que pai não teve culpa

Rapaz que teve o braço direito amputado disse que entrou na área restrita por três oportunidades

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

O menino de 11 anos que foi atacado por um tigre de mais de 200 quilos no zoológico de Cascavel, no Paraná, disse que o pai não é responsável pelo acidente. “O meu pai não teve culpa. Ele não sabia o que ia acontecer”, afirmou em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, divulgada na noite desse domingo (10). Ferido pelo animal, o rapaz precisou ter o braço direito amputado.

O caso aconteceu no dia 30 de julho. O menino mora em São Paulo com a mãe. Ele havia viajado com o pai para o Paraná para visitar o irmão mais novo.

+ Diretor do Hospital da USP diz que não vai esperar uma "tragédia"

Durante a entrevista, o menino disse que não achou que pudesse ser atacado ao se aproximar da jaula, revelando ainda que entrou na área restrita por mais duas oportunidades. Ele relatou que não havia nenhum funcionário do zoológico perto do local.

+ Confira o que acontece na cidade

O rapaz também pediu para não sacrificar o tigre. “Não é culpa dele. Eu é que coloquei a mão lá”.

Fonte: VEJA SÃO PAULO