Crianças

"A Menina e o Vento" traz uma história lúdica e repleta de delicadeza

Espetáculo de Maria Clara Machado prende a atenção da plateia

Por: Tatiane Rosset - Atualizado em

A Menina e o Vento - Abre Crianças - 2284
A atriz Vivi Gonçalves no papel de Maria: coreografias bem executadas (Foto: Valéria Regina)

Imagine ter a possibilidade de conhecer o mundo carregado por uma corrente de ar. É exatamente o que acontece com Maria (Vivi Gonçalves) no espetáculo "A Menina e o Vento". Um dia, fugindo com seu irmão Pedrinho (Thiago Ubaldo) das rigorosas lições da Tia Adelaide (Thelma Luz), os dois vão parar em uma escura caverna.

Ali mora o Vento (Thelma Luz e Fernanda Oliveira, em revezamento), e ele acaba se irritando com o tumulto causado pelas crianças. Impaciente, o personagem sopra o menino para bem longe, mas a garota consegue escapar através de uma dança. Encantado com sua habilidade para vencer seus poderosos movimentos, o Vento faz uma proposta: depois de viajar pelo planeta, ela se tornaria uma brisa marítima. Maria se vê então no dilema de começar ou não essa nova vida.

+ Musical "O Chapeleiro Maluco" estreia em São Paulo

+ O melhor da semana para as crianças

Com texto de Maria Clara Machado, a montagem levada ao palco pela República Ativa de Teatro consegue prender a atenção da plateia com um tema lúdico contado de forma delicada. Os grandes trunfos da peça são as músicas suaves e as coreografias benfeitas, além de uma bonita intervenção audiovisual. São eficientes ainda o cenário e a iluminação assinados por Rodrigo Palmieri. Daniely Diniz completa o elenco.

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO