Memória

A primeira pizzaria de rodízio surgiu no Pari

O Grupo Sérgio lotava seus restaurantes entre as décadas de 1970 e 1980

Por: Mauricio Xavier

 Sérgio Della Crocci
O empresário Sérgio Della Crocci cobrindo um disco de massa e o salão de uma das casas de sua rede (abaixo), em 1978: 15 mil clientes semanais (Foto: Pedro Martinelli)

Desde 1889, o Dia da Pizza é celebrado na Itália em 10 de julho, data em que o rei Umberto I e a rainha Margherita (daí o nome do sabor) experimentaram o prato. Em 1985, esse dia se tornou oficial em São Paulo.

Na cidade, a receita começou a ser montada em escala industrial a partir de 1976, quando o empresário Sérgio Della Crocci abriu seu primeiro rodízio no Pari, no centro. A proposta de cobrar do freguês um terço do valor de uma pizza para que comesse à vontade quantas fatias conseguisse aguentar fez sucesso.

+ As melhores pizzarias da cidade

Dois anos depois, o Grupo Sérgio, como o negócio foi batizado, inaugurava sua quinta filial, em Pinheiros. Por semana, 15 mil clientes formavam fila em frente às casas, consumindo 3,5 toneladas de massa e 25 toneladas de mussarela em cada uma das unidades. Após o furor inicial, no entanto, a rede perdeu público, apostou em bufês, mas não sobreviveu ao fim dos anos 90.

Fonte: VEJA SÃO PAULO