Mistérios da Cidade

Memória Paulistana: deslizamento provoca confusão na Rodovia dos Imigrantes

Com mais de 35 anos, a via teve suas pistas invadidas por um mar de lama e está sob investigação

Por: Rachel Verano [Com reportagem de Júlia Gouveia] - Atualizado em

Rodovia dos Imigrantes, 1975
Inaugurada em 1976, após sete anos de construção, a Imigrantes recebe 60 mil veículos diariamente (Foto: Arquivo/ Estadão Conteúdo)

Inaugurada na sua primeira etapa em 1976, depois de sete anos de construção, a Rodovia dos Imigrantes é a mais importante ligação entre a capital e a Baixada Santista. Por seus 58,5 quilômetros trafegam 60 mil carros por dia. Esculpida na Serra do Mar, a estrada tem 14 túneis e 55 viadutos.

Na sexta (22), um deslizamento provocou um mar de lama que invadiu a pista na altura do quilômetro 52, matando uma mulher e atingindo 24 veículos. A Ecovias, concessionária responsável pela Imigrantes, precisou de trinta horas para limpar os 2.700 metros cúbicos de sujeira.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo estabeleceu um prazo de trinta dias (prorrogáveis por mais trinta) para a conclusão das investigações.

Esculturas curiosas decoram São Paulo

+  Hotéis se preparam para a Copa do Mundo

+  Culinária peruana invade a cidade

Fonte: VEJA SÃO PAULO