Mistérios da Cidade

Memória Paulistana: exposição relembra história da imigração japonesa

Espaço na Liberdade, prestes a completar 35 anos, organiza mostra com dezoito obras de artistas nipo-brasileiros

Por: Maurício Xavier [com reportagem de Carolina Giovanelli e Nathalia Zaccaro] - Atualizado em

Aniversário dos 70 anos imigração japonesa no Brasil
Junho de 1978: cerca de 80 000 pessoas lotaram o Estádio do Pacaembu para comemorar setenta anos da imigração no Brasil (Foto: Acervo do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil)

No dia 18 de junho de 1978, um público que chegou a ser superestimado em 80.000 pessoas — na imensa maioria, japoneses e seus descendentes — lotou o Estádio do Pacaembu para as comemorações dos setenta anos da imigração no Brasil. A festa contou com a presença do então príncipe herdeiro Akihito, atual imperador da terra do sol nascente, que na ocasião também inaugurou o Museu Histórico da Imigração Japonesa.

Prestes a completar 35 anos, o espaço na Liberdade organizou a exposição A História da Imigração Japonesa Através de Retratos, com dezoito obras de artistas nipo-brasileiros destacando personagens de vulto dessa trajetória.

A imagem desta nota, impressa em 6 metros de comprimento, integra a linha do tempo que acompanha a mostra, aberta à visitação até o dia 28, de terça a domingo, das 13h30 às 17h30.

Fonte: VEJA SÃO PAULO