Pipoca e gargalhadas

'Os Penetras' e 'A Escolha Perfeita' estão entre as comédias em cartaz

A estreia Quatro Amigas e um Casamento e o brasileiro Até que a Sorte nos Separe também são pedidas para quem quer dar risadas

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

A Escolha Perfeita
'A Escolha Perfeita': grupo de canto se inscreve em uma competição da universidade (Foto: Divulgação)

Nas salas de cinema da cidade, são muitas as pedidas para quem quer rir: de comédias musicais (como A Escolha Perfeita) a longas brasileiros (o sucesso de bilheteria Os Penetras) o gênero está representado por cinco longas no circuito.

+ Leia mais sobre cinema

+ Seja um crítico da Vejinha

A seguir, confira a lista de opções em cartaz:

  • Diretor de De Pernas pro Ar, Santucci eleva o nível da comédia nacional tratando de um assunto, no mínimo, interessante: como os casais se comportam diante das despesas domésticas. O mote saiu do best-seller de autoajuda Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, de Gustavo Cerbasi, e foca dois pares totalmente distintos. De um lado estão Tino (Leandro Hassum) e Jane (Danielle Winits), que ganharam 100 milhões de reais na loteria e torraram tudo em quinze anos. Na outra ponta, seu vizinho, o consultor econômico Amauri (Kiko Mascarenhas), é o oposto. Para desgosto da esposa (Rita Elmôr) dele, o almofadinha evita ter um segundo filho para não inflar o orçamento. Embora se detestem, os inimigos vão precisar conviver: Amauri vai ajudar Tino a sair do buraco financeiro. Na primeira (e melhor) parte, os estereótipos abundam no cotidiano dos novos-ricos e provocam risos. Quando a lição de moral entra em cena, o humor cai na banalidade conservadora. A fita é a campeã nacional do ano em bilheteria e já levou mais de 2,7 milhões de pessoas aos cinemas. Estreou em 05/10/2012.
    Saiba mais
  • Glee começa a gerar filhotes e esta comédia musical não passa de um rascunho do seriado de TV. Conflitos banais são o pano de fundo para os atores cantarem e dançarem em números musicais — alguns são empolgantes. A ação concentra-se numa universidade da Carolina do Norte. Beca (Anna Kendrick) foi parar lá obrigada por seu pai, mas quer seguir a carreira de DJ em Los Angeles. Não demora muito, porém, para a moça se enturmar. Tudo por causa de um concurso de cantoria a cappella, que vai levar os vencedores até o Lincoln Center, de Nova York. Enquanto Beca se destaca no grupo feminino As Belas, seu paquerinha, Jesse (Skylar Astin), descola uma vaga no rival (e imbatível) conjunto masculino. Na trilha sonora, versões de, entre outras, Just the Way You Are (Bruno Mars), Like a Virgin (Madonna) e um toque emocionante em Don’t You (Forget About Me), do Simple Minds. Estreou em 07/12/2012.
    Saiba mais
  • Um dos mais alternativos diretores americanos, Wes Anderson é cultuado por seus filmes de roteiros inusitados e personagens esquisitos. Muitas vezes, acerta em cheio, como em Os Excêntricos Tenenbauns (2001) e Viagem a Darjeeling (2007). Em outras, exagera na dose de maluquices, a exemplo de A Vida Marinha com Steve Zissou (2004). Em seu novo e singular trabalho, o humor segue a linha minimalista e nada estridente da comédia. Os protagonistas da trama, ambientada numa ilha na costa de New England em 1965, são os adolescentes Sam (Jared Gilman) e Suzy (Kara Hayward). Ele é órfão e está no acampamento de escoteiros liderado pelo personagem de Edward Norton. Suzy vive com os pais (Bill Murray e Frances McDormand) e não cansa de espiar de binóculo o horizonte. Há um motivo para isso: a garota planejou uma fuga com Sam. Ao se encontrar, o casal apaixonado vai enfrentar barreiras físicas e emocionais. Com Bruce Willis. Estreou em 12/10/2012.
    Saiba mais
  • Uma comédia estrelada por Marcelo Adnet (da MTV) e Eduardo Sterblitch (o Freddie Mercury Prateado do Pânico na TV), dirigida por Andrucha Waddington (Eu Tu Eles) e com roteiro de Marcelo Vindicatto (O Palhaço). Parece promissor. Mas não é o que ocorre com este filme muito bem produzido pela afiada Conspiração Filmes. Além da total falta de graça, o humor misógino só apresenta mulheres oportunistas e infiéis — a exceção está na personagem de Andrea Beltrão, em breve aparição. Adnet e Sterblitch, excelentes humoristas, são mestres do improviso e aqui ficam presos a um roteiro limitado de boas ideias. Na trama, o ingênuo e certinho Beto (Sterblitch) quer reconquistar a amada, Laura (Mariana Ximenes), mas, sem chances, decide se suicidar. É salvo por Marco Polo (Adnet), um malandro carioca que vive de dar golpes com a ajuda de um motorista (Stepan Nercessian). Beto implora ao novo amigo que procure sua ex e tente uma reaproximação entre eles. Acontece que, ao conhecer Laura, Marco Polo também se apaixona pela loira. A partir daí, o enredo vai mostrar como se dar bem no Rio de Janeiro à custa de truques, mentiras e invasões em festas. Com Luis Gustavo, Miele e Susana Vieira.  Estreou em 30/11/2012.
    Saiba mais
  • O sucesso de Se Beber, Não Case! foi tanto que agora existe até a versão de saias da comédia. No lugar de homens em farras etílicas, entram mulheres carentes à procura de sexo. Na trama, a gorducha Becky (Rebel Wilson, também no elenco de A Escolha Perfeita) deixou suas três amigas do colégio perplexas. Longe de ser um símbolo de beleza, ela fisgou um bonitão e vai se casar. Convida, então, para ser madrinhas as amigas Regan (Kirsten Dunst), Gena (Lizzy Caplan) e Katie (Isla Fisher). O trio se reencontra em Nova York. Inconformadas de ainda estarem solteiras, elas decidem aprontar na festinha de despedida contratando um go-go boy. Para piorar, rasgam, sem querer, o vestido da noiva. Perambulando por Manhattan em busca de uma costureira, as jovens vão aproveitar para soltar a franga. E dá-lhe vulgaridades travestidas de humor em cenas patéticas protagonizadas pelas talentosas Kirsten (Melancolia) e Isla (Três Vezes Amor). A arrancada na meia hora final e o restante do elenco, que inclui James Marsden (Encantada), salvam a fita de um fiasco maior. Estreou em 07/12/2012.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO