Mega-Sena

Santa Bárbara d'Oeste vive expectativa de conhecer ganhador de 111,5 milhões de reais

Sortudo acertou as seis dezenas do concurso 1 575; 'Somos pé quente', diz funcionária de lotérica que pagou prêmio de 250 000 reais há dois anos

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

loterica
A lotéria onde foi feita a aposta em Santa Bárbara d'Oeste: "pé quente" (Foto: João Batista Jr. / Veja São Paulo)

Um apostador de Santa Bárbara d'Oeste, no interior de São Paulo, ganhou sozinho o prêmio de 111,5 milhões de reais do concurso 1 575 da Mega-Sena, maior premiação do ano. Com um bilhete simples, o sortudo acertou as seis dezenas sorteadas na noite dessa quarta-feira (19): 01 - 04 - 05 - 14 - 45 – 56. 

+ Paulistana ganha processo contra Facebook

+ Policial exonerado por participar de filme pornô é reintegrado

O ganhador fez a aposta na lotérica Júpiter, na Avenida Monte Castelo, no centro da cidade, que tem 187 908 habitantes. Localizado em uma das principais vias da cidade, o estabelecimento tem mais de oito anos e funciona com cinco caixas.

"A noite passada eu fui dormir ansiosa porque vi na internet que o prêmio tinha saído aqui na nossa cidade", diz Regiane Bastos Coutinho, 33 anos, há oito anos e meio na função de operadora de caixa da lotérica. "Quando recebemos a ligação de que o prêmio saiu daqui, gritamos de alegria." 

Dono da lotérica, Roberto Bufarah, 57 anos, contou que nesta quinta, às 9h30, ligou um homem, com voz de ente simples e de idade, dizendo ser o grande ganhador da Mega. Ele queria saber se era preciso ir ao local retirar o prêmio. "Orientei que não precisava, bastava ir à uma agência da Caixa." 

A cidade tem três agências lotéricas no total. Até uma faixa ficar pronta para colocar na fachada do local e anunciar a novidade, os funcionários improvisaram com uma tinta branca de sapato e escreveram no vidro fumê que o prêmio de 111 milhões saiu no local. 

loterica
O movimento na loteria nesta quinta (20): segundo funcionários, procura por prêmio foi maior do que na Mega Sena da Virada (Foto: João Batista Jr. / Veja São Paulo)

Durante todo o dia, o assunto que movimentou a fila da lotérica é um só: quem seria o sortudo? "Fizemos muitos bolões de empresas e comerciantes da cidade, sempre com até dez dezenas", diz Regiane. "Pode ser que a nossa cidade agora tenha um multimilionário ou vários milionários." 

Ela conta que o movimento na quarta foi maior do que o da Mega da Virada, no final do ano, que permite que as apostas sejam feitas a partir de novembro.

As funcionárias ainda não sabem em qual das cinco cabines foi feita a aposta. Entretanto, todas estão na expectativa de ganhar um agrado. Afinal, quem trabalha no ramo costuma receber dinheiro ou presentes de quem acerta os jogos. "Eu mesma ganhei 1 500 reais há um ano", lembra Regiane. "Uma cliente acertou a quina da Mega e ganhou 60 000 reais, então ela quis me agradecer de alguma forma."

Até então, o prêmio máximo pago pela lotérica Júpiter era de 250 000 reais, há dois anos. Um mesmo senhor comprou as dez cartelas de final 95 da Loteria Federal, que representa o veado, e levou o prêmio sozinho. "Somos uma lotérica pé quente, acho que o nome Júpiter deve ter alguma influência nisso."

O dono do estabelecimento, que é espírita, tem uma explicação para o lugar ser "pé quente": "Para a nossa religião, Júpiter é o planeta mais elevado do Sistema Solar."

Fonte: VEJA SÃO PAULO