Esporte

Bandidos roubam medalha de ouro do Pan de jogadora brasileira

Tamires Britto foi abordada por dois criminosos em Santo André, na manhã desta sexta (31), em frente à casa da sogra

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

tamires
Tamires Britto: brasileira foi campeã com a seleção feminina de futebol nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

A jogadora da seleção brasileira feminina de futebol Tamires Britto foi roubada em Santo André, em frente à casa da sogra, na manhã desta sexta (31). Entre os itens levados pelos criminosos estava um dos bens mais valiosos da lateral: a medalha de ouro conquistada nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.

Mick Fanning volta ao mar e diz ter sido de novo surpreendido por tubarão

Os criminosos levaram ainda o carro da família, que já foi encontrado pela polícia nesta tarde. “Roubaram também a minha aliança e a do meu marido, o relógio do meu irmão e minha bolsa, onde estava a medalha.”

seleção feminina
Seleção comemora o título do Pan em Toronto: Tamires e as companheiras de equipe mostram as medalhas (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

Tamires disse que desceu do carro rapidamente para conversar com uma vizinha. Nesse momento, ela foi abordada pelos criminosos. “Apareceram os dois homens e pediram para que passássemos tudo.”

+ Sede do Instituto Lula é alvo de atentado

A polícia encontrou o veículo abandonado em Santo André na tarde desta sexta (31). "Como participaria de uma entrevista sobre o Pan, estava com a medalha na bolsa. Espero conseguir recuperar.”

Tamires Britto
A recepção da seleção campeã: jogadoras conquistaram o título nos Jogos Pan-Americanos em Toronto (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

Em nota, a Confederação Brasileira de Futebol informou que vai providenciar uma réplica da medalha de ouro para Tamires.

+ Confira as principais notícias da cidade

Apesar do valor sentimental para o atleta, a medalha não é feita de ouro em sua totalidade. No Pan de Toronto, elas foram produzidas com materiais vindos de três países: cobre (Chile), prata (República Dominicana) e ouro (Canadá). Na composição, o metal dourado está em menor quantidade, já que a maior parte da medalha é produzida de prata maciça e cobre. Mesmo assim, ela pode valer cerca de 600 dólares (cerca de 2 000 reais) no mercado internacional.

Fonte: VEJA SÃO PAULO