Gente

"Foi um choque saber a verdade", diz MC Gui sobre a morte do irmão

Nesta quarta (28), o funkeiro postou uma foto no túmulo de Gustavo Castanheira, que morreu em abril após consumo de cocaína

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

mc gui selfie cemiterio
MC Gui com os pais e a irmã no túmulo de Gustavo (Foto: Reprodução / Facebook)

O funkeiro MC Gui postou no Facebook nesta quarta-feira (28) uma foto de sua família na frente do túmulo do irmão Gustavo Castanheira, que morreu em abril do ano passado. Foram 46 000 curtidas em apenas uma hora. A família revelou no último domingo (26) o conteúdo do laudo médico que aponta que o jovem teve insuficiência respiratória após o consumo de cocaína. No texto que acompanha a imagem, Gui diz querer fazer um alerta a todos os jovens.

+ Irmão de MC Gui morreu após overdose de cocaína, revela laudo médico

"Peço humildemente que as pessoas não se aproveitem disso para qualquer outro fim que não seja a de alertar e ajudar os jovens e suas famílias", escreveu. Gustavo tinha 17 anos e passou mal durante uma festa de família. Ele chegou a ser levado ao Hospital Municipal do Jardim Iva, na Zona Leste da capital, mas já chegou sem vida. Na época, a assesoria de imprensa do cantor afirmou que ele teria sido vítima de uma parada cardíaca depois de consumir muito energético.

+ MC Gui: Justin Bieber do funk ostentação canta música inédita

Como forma de homenagear o irmão, MC Gui fez sua primeira tatuagem. A frase estampada na parte de dentro de seu antebraço diz: "Gustavo, sonhar nunca desistir, ter fé, pois fácil não e é nem vai ser", seguida de um símbolo, que representa o infinito, e uma nota musical.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Veja abaixo o texto completo escrito pelo funkeiro:

"Alerta a todos jovens !!!

É muito difícil sentir e passar o que minha família e eu passamos, simplesmente a dor é insuperável, nós resolvemos divulgar o laudo do falecimento de meu irmão, é muito difícil avaliar o que passamos e eu peço humildemente que as pessoas não se aproveitem disso para qualquer outro fim que não seja a de alertar e ajudar os jovens e suas famílias. Ajudando e evitando que isso ocorra em seus lares, meu irmão tinha problemas mas nós como a maioria das pessoas não entendíamos exatamente o que acontecia. Foi um choque saber a verdade. Uma mãe sente uma dor irreparável ao saber uma coisa dessas é difícil acreditar que se perde um filho para as drogas, muito briguei com meu irmão ele mudou muito nos três últimos meses de sua vida.

Eu agradeço a todos meus amigos e fãs por todo o apoio e palavras de conforto. Entretanto tudo que era pra ser divulgado e dito já o foi, resta as pessoas virarem a pagina pois a cada noticia e especulação nós sofremos muito. Basta pois para todos isso passa e para nós esta marcado em nossos corações para sempre Muito Obrigado."

Fonte: VEJA SÃO PAULO