Música

"Tenho qualidades diferentes do MC Gui", diz Justin Bieber brasileiro

Com apenas 18 anos e mais de 5 milhões de visualizações no Youtube, MC Biel se prepara para gravar seu primeiro álbum produzido por Rick Bonadio

Por: Marcus Oliveira - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

A semelhança com o astro teen Justin Bieber tem rendido bons frutos para Gabriel Araújo Marins Rodrigues, 18 anos. Com mais de 280 000 seguidores no Instagram, “MC Biel”, como é conhecido, já conseguiu mais de 5 milhões de visualizações em seus dois videoclipes publicados no Youtube: Tá Tirando Onda e Pimenta. Aos 18 anos, ele faz cinco shows por final de semana, além de ter uma agenda lotada para participar de bailes de debutante, com direito a roupa de príncipe e valsa com a aniversariante.

+ Justin Bieber faz striptease e é vaiado; assista ao vídeo

Na disputa pela fama de 'Justin Bieber do funk brasileiro', MC Biel dispara contra outro funkeiro: MC Gui. "Ele se chama de Justin Bieber brasileiro e eu não falo isso. Tenho outras qualidades bem diferentes." Confira a entrevista com MC Biel, que se prepara para gravar o primeiro álbum com Rick Bonadio:

MC Biel
MC Biel inicia agora a gravação de seu primeiro trabalho (Foto: Divulgação)

Quando começou a se envolver com música?

Desde os 16 anos. Mas tudo aconteceu mesmo quando eu escrevi a minha primeira música. Estava em uma roda de amigos e soltei a letra. Todos gostaram. Nessa hora percebi que poderia seguir fazendo mais coisas.

E depois?

Meu pai acabou me levando para gravar e comecei a procurar rádios e empresários pela internet. Quando vi que no interior eu não iria conseguir o retorno que esperava, fui para São Paulo. Bati em vários escritórios de empresários do meio e nada dava certo. Até que conheci o Dj Batata e ele decidiu apostar em mim. Cheguei a abrir um show do Guimê. Agora estou preparando meu disco com produção do Rick Bonadio.

A semelhança com Justin Bieber te abriu as portas?

Eu fazia campanhas fotográficas para revistas, catálogos e já tinha algumas fãs. É mais comum você lançar uma música e depois ter sucesso. Comigo foi ao contrário, já tinha meu público, lancei meu som e estourei como Justin Bieber brasileiro.

Você se incomoda com isso?

Eu sou fã do Justin Bieber. O dom dele é de se admirar. Vou trabalhar para um dia ele virar meu fã. Fui no show em São Paulo e achei incrível. O meu maior show teve 8 000 pessoas no complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.

MC Biel
Em seus shows muitas meninas tentam invadir o palco para abraça-lo (Foto: Divulgação)

O MC Gui foi muito comparado ao Justin Bieber e você é mais parecido com ele fisicamente. Quem leva essa disputa?

Eu acho que o titulo é o sucesso que você faz. Ele se chama de Justin Bieber brasileiro e eu não falo isso. Tenho outras qualidades. A diferença também é que eu me pareço com o Justin e ele não. Eu não faço força pra isso. Ele já chegou a se intitular em uma música. Muitos fãs chegaram a reclamar disso e ele até mudou um trecho. Mas tem espaço para todo mundo.

Entretanto, o MC Gui já alcançou o sucesso há um tempo, certo?

No início eu via os vídeos das apresentações dele. Hoje eu já sigo o meu estilo e decidi buscar inspirações maiores. É bom ser comparado ao Justin Bieber porque me dá reconhecimento.

Além do Bieber, o que você ouve e se inspira?

Eu gosto de Racionais, Jason Derulo, 50Cent, Snoop Dog, rap e pagode no geral. Assistia muitos shows de funk no Youtube e fui aprendendo. Hoje admiro várias pessoas, como MC Pocahontas, Nego do Borel e meu grande parceiro Adriel, da banda Pollo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO