Internacional

Matemático de Uma Mente Brilhante morre em acidente de táxi

Prêmio Nobel de Economia, John Nash teve sua vida retratada nas telas no longa estrelado por Russell Crowe, em 2001

Por: Veja São Paulo

russell-crowe-john-nash
matemático John Nash e o ator Russell Crowe (Foto: divulgação)

A história do matemático John Nash ficou conhecida do grande público em 2001, quando o filme Uma Mente Brilhante retratou sua vida, conquistas acadêmicas e a luta contra a esquizofrenia. O filme foi estrelado pelo ator Russell Crowe. Nash morreu no sábado (23) em um acidente de trânsito em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Ele estava dentro de um táxi quando, de acordo com as notícias das agências internacionais, o motorista perdeu o controle e bateu em uma grade de proteção. Alicia, mulher de Nash, estava no mesmo carro e também faleceu. Os corpos dos dois foram atirados para fora do veículo, o que levantou suspeitas de que estavam sem o cinto de segurança. O taxista sofreu apenas ferimentos leves. Nash tinha 86 anos e Alicia, 82.

A carreira de Russell Crowe em quinze fotos

Professor de matemática Universidade de Princeton, Nash ganhou o Prêmio Nobel de Economia de 1994 por seu trabalho no campo da teorida dos jogos. Ele sofria de esquizofrenia e tornou-se um porta-voz dos pacientes dessa doença quando seu filho, John, foi diagnosticado com o mesmo mal. Uma Mente Brilhante, produção de 2001, ganhou o Oscar de melhor filme, direção, roteiro adaptado e melhor atriz coadjuvante (para Jennifer Conelly, que interpretou Alicia). Em sua conta no Twitter, o ator Russell Crowe, que viveu John Nash nas telas, escreveu: "Chocado... meu coração está com a família de John & Alicia. Uma incrível parceria. Mentes brilhantes, corações brilhantes."

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO