Concertos

Maestrina Marin Alsop sofre acidente e cancela apresentações

Durante o mês de julho, a americana ficará com o braço direito imobilizado; Roberto Tibiriçá e Celso Antunes farão a substituição

Por: Jonas Lopes - Atualizado em

Marin Alsop
A americana Marin Alsop (Foto: Grant Leighton)

A maestrina americana Marin Alsop, diretora musical da Osesp, sofreu um acidente em seu quarto de hotel, em São Paulo, e cancelou todos os concertos de que participaria durante o mês de julho, tanto na capital quanto em Campos do Jordão, onde ela mesma regeu a récita de abertura do Festival de Inverno, no último sábado (29). A orquestra não divulgou detalhes do acidente, mas a regente está com o braço direito mobilizado, a pedido dos médicos, e ainda depende de resultados de exames para conhecer o diagnóstico definitivo.

+ Confira a programação do festival de Campos do Jordão

Nesta semana, Marin será substituída pelo maestro paulistano Roberto Tibiriçá em récitas na Sala São Paulo, de quinta (4) a sábado (6), e no Parque do Ibirapuera, no domingo (7). Há uma alteração de obra no programa das apresentações: sai a Sinfonia Nº 7 em Ré Menor Op. 70, de Antonín Dvorák, e entra a Sinfonia Nº 8 em Sol Maior Op. 88, do próprio Dvorák. De resto, seguem previstos o Concerto para Violino e Orquestra Nº 5 em Lá Maior K. 219 — Turco, de Mozart (com solos do violinista americano Stephen Jackiw), e a Sinfonia Nº 1 em Ré Maior Op. 25 — Clássica, de Sergei Prokofiev. No concerto de domingo (7) apenas as obras de Dvorák e Prokofiev serão tocadas.

Marin Alsop comandaria ainda a Orquestra do Festival de Campos do Jordão em dois programas. No dia 13 ela será substituída pelo regente associado da Osesp, Celso Antunes, e nos dias 20 e 21 pela maestrina taiwanesa Carolyn Kuan.

Fonte: VEJA SÃO PAULO