CRIMINALIDADE

Marido de GCM morta diz à TV que criminoso também quis atingir filho

Ana Paola Teixeira foi morta na frente do filho de 7 anos na manhã de quarta-feira (28) em avenida na Zona Leste

Por: Veja São Paulo

GCM morta na Zona Leste
Câmeras de segurança registram momento em que criminoso dispara contra GCM (Foto: Reprodução/TV Globo)

José Roberto da Silva, marido da guarda-civil assassinada na quarta-feira (28) na frente do filho de 7 anos, afirmou em entrevista à TV que o criminoso também quis matar o garoto.

Ao Bom Dia SP, da Rede Globo, Silva disse que o ladrão atirou na direção da criança. No momento do crime, o menino estava no carro com a mãe, Ana Paola Teixeira, de 38 anos. “Não sei se foi o disparo que efetuou ali à queima roupa, mas ele está com a face queimada de pólvora. O olho está roxo”, afirmou Silva.

Câmeras de segurança registraram o momento em que o criminoso aborda a GCM, que estava fardada e havia parado o carro no estacionamento de uma loja em frente a sua casa na Avenida Nordestina (Zona Leste).

Marido GM morta  zona leste
José Roberto Silva: mulher assassinada na frente do filho (Foto: Reprodução/TV Globo)

Por volta das 7h, um homem armado se aproxima do carro e dispara em direção à Ana Paola. Após uma breve troca de tiros, o bandido deixa o local, mas volta. Põe metade do corpo para dentro do carro e, depois, faz novos disparos. Neste momento, o menino, sai do automóvel e pede ajuda.

+ Entenda o acidente de carro na Avenida Pedroso de Morais

Dois homens param para ajudar e, instantes depois, o marido chega correndo. Abalado, Silva chega a cair no chão. Ele se recupera rapidamente e socorre a esposa.

A guarda-civil foi levada ao Hospital Tide Setúbal, em São Miguel Paulista, mas não resistiu aos ferimentos. 

Assista o vídeo que mostra as imagens das câmeras de segurança. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO