Comidinhas

Maria Brigadeiro abre loja em Pinheiros

Antes vendidas sob encomenda, as guloseimas da butique ganham novo endereço

Por: Helena Galante - Atualizado em

Maria Brigadeiro abre loja em Pinheiros  Foto 2
Produção na cozinha: ágeis funcionárias enrolam até 3 000 brigadeiros por dia (Foto: Fernando Moraes)

Esqueça aqueles brigadeiros sem graça, feitos de achocolatado, margarina e confeito granulado “sabor chocolate”. Das panelas da Maria Brigadeiro só saem versões gourmets, preparadas com matéria-prima do Brasil, da França, da Bélgica e da Suíça sob a orientação da proprietária Juliana Motter. A marca nasceu há dois anos, quando a então jornalista transformou seu hobby em profissão e começou a atender aos pedidos sob encomenda. Rapidamente, as guloseimas conquistaram os paulistanos e a produção artesanal de 800 unidades diárias ficou volumosa demais para a pequena cozinha. No fim de março, a doceira inaugurou um endereço maior em Pinheiros, desta vez aberto ao público.

Ali, toda a atenção se volta para uma bancada envidraçada onde ágeis funcionárias enrolam até 3 000 unidades por dia. Na lista de quarenta sabores estão opções como grapa, castanha-do-pará, limão, avelã, menta e masala (mistura de especiarias típicas indianas). Cerca de doze delas estão disponíveis para pronta entrega. Uma caixa de quatro unidades sai por caros R$ 15,00 e uma de nove, por R$ 30,00. Não é possível comprar um único doce, mas os indecisos ganham um exemplar de cortesia para ajudar na difícil escolha. Em dias de movimento intenso, o atendimento torna-se confuso e fazem falta mesinhas para apreciar as gostosuras lá mesmo. Para felicidade da clientela fiel, Juliana diz ter planos de instalar um café nos fundos da loja.

COMIDA ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO