Trânsito

Pista da Marginal Tietê é liberada após 50 horas

Caçamba de caminhãoque seguia em alta velocidade entalou na Ponte do Piqueri na madrugada de sexta (17); pista só foi liberada hoje (19)

Por: Com Estadão Conteúdo

Caminhão ponte Piqueri
Caminhão preso na ponte do Piqueri, na Marginal Tietê (Foto: Alex Falcão/Futura Press/Folhapress)

A pista central da Marginal do Tietê, na capital paulista, no sentido Ayrton Senna, foi liberada após 50 horas de interdição, na manhã deste domingo (19). Na madrugada de sexta (17), um caminhão em alta velocidade e com a caçamba levantada, entalou na Ponte do Piqueri. No impacto, o motorista quebrou duas costelas.

+ Limite das marginais locais será de 50 quilômetros por hora

Desde sexta-feira, equipes da Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb), trabalham no local. A força do impacto danificou um viga de 17 metros de cumprimento e 60 toneladas.

+ Minhocão começa a fechar aos sábados

A Prefeitura de São Paulo precisou usar uma máquina de corte com fio de diamante para dividir a peça em três, içar cada uma individualmente, escorar a ponte e tirar o caminhão do local. Apesar da retirada da caçamba e liberação da pista, o trabalho ainda não foi concluído.

Obras de reparo na ponte, que é de 1964, serão feitas durante a madrugada para não prejudicar o trânsito. A intervenção dura entre 90 e 180 dias, prazo legal do contrato de emergência feito entre a Prefeitura e uma empresa de engenharia. Os custos com a obra serão repassados para a empresa responsável pelo caminhão.

Fonte: VEJA SÃO PAULO