Teatro

Marco Luque: um golaço no palco

Com o solo Tamo Junto!, o ex-jogador de futebol leva 700 pessoas por semana ao Tuca

Por: Dirceu Alves Jr. - Atualizado em

Nos últimos meses, o ator Marco Luque incorporou ao figurino um gorro e óculos escuros. Aos 35 anos, é a primeira vez que esse paulistano da Vila Mariana sente a repercussão de uma carreira iniciada em 1996. Desde a estreia do programa CQC, na Band, em março de 2008, ele distribui autógrafos e passou a evitar antigos hábitos, como comer pão na chapa após a balada. "A garotada pensa que é amigo de infância e senta na mesa", diz ele sobre o assédio. Dividir a bancada às segundas-feiras com Marcelo Tas e Rafinha Bastos em uma das atrações mais vistas da emissora, com média de 5 pontos de audiência, não trouxe só popularidade. Veio a ousadia para saltos maiores.

Depois de dois anos no espetáculo Terça Insana, interpretando o taxista Silas Simplesmente e o motoboy Jackson Five, Luque montou uma stand-up comedy. Em cena, ele improvisa sobre temas cotidianos no solo Tamo Junto!, que leva 700 pessoas por sessão semanal ao Teatro Tuca e registrou 45 000 pagantes em 35 cidades desde março. Assessorado por duas pessoas no teatro e cinco no escritório, entre elas seu pai e sua irmã, Luque confirma a boa fase. "Estou juntando dinheiro sem precisar jogar futebol", afirma ele, ex-centroavante do Santo André entre 1994 e 1995. No ano seguinte, jogou na Espanha em três times da segunda divisão. Como nada de relevante acontecia nos gramados, voltou para São Paulo e completou o curso de artes plásticas na Faap. "Comecei a jogar em busca de grana, incentivado pelo meu pai, que era juiz de futebol, mas nunca fui muito bom."

Até setembro, Luque se muda para a mesma Vila Mariana, no apartamento recém-comprado, onde transformou um dos quartos em ateliê. Pensa em expor desenhos e esculturas em 2010, quando será dirigido pela atriz Marisa Orth em outro solo. Separado da atriz Mara Carvalho (sim, a ex do Antonio Fagundes), com quem viveu por três anos, o ator namora atualmente a cantora Luiza Possi. A atriz Grace Gianoukas, do Terça Insana, também é testemunha do sucesso do colega com as mulheres. "Ele faz o tipo palhaço, meio bobalhão, mas que normalmente agrada", conta.

Tamo Junto! (75min). 14 anos. Estreou em 17/6/2009. Tuca (672 lugares). Rua Monte Alegre, 1024, Perdizes, 3188-4156. Quarta, 21h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/20h (sáb. e dom.); a partir das 15h (qua.). Até quarta (29). Reestreia prometida para 2 de setembro.

Fonte: VEJA SÃO PAULO