Protesto

Grito dos Excluídos reúne cerca de 1 000 pessoas em São Paulo

Grupo pretendia chegar ao Parque do Ibirapuera, mas se dispersou na Praça Armando de Sales Oliveira no início da tarde deste domingo (7)

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

20ª Marcha Grito dos Excluídos
Cerca de 1 000 pessoas participaram do evento, que acabou às 13h30 (Foto: Reprodução/Globo News)

Realizada tradicionalmente em 7 de setembro, dia da Independência do Brasil, a marcha Grito dos Excluídos reuniu cerca de 1 000 pessoas no centro de São Paulo, de acordo com a Polícia Militar. A 20ª edição da manifestação aconteceu pacificamente neste domingo.

A concentração aconteceu na Praça da Sé. Durante o percurso, o grupo ocupou duas faixas da Avenida Brigadeiro Luís Antônio. Os participantes pretendiam chegar no Parque do Ibirapuera, mas a passeata acabou às 13h30, na Praça Armando de Sales Oliveira, onde fica o Monumento às Bandeiras.

+ Bombeiros apagam incêndio em fábrica de meias e cuecas no Brás

Este ano, a marcha tinha como tema "Ocupar as ruas e praças por liberdades e direitos".

+ Confira as últimas notícias da cidade

O Grito dos Excluídos acontece em várias cidades do país e aborda pautas como exclusão social, assassinato de jovens, delimitação das terras indígenas e violência contra a mulher.

Fonte: VEJA SÃO PAULO