TV

Vídeo com Marcelo Tas discutindo com judeus causa polêmica na rede

Grupo da comunidade judaica de São Paulo foi aos bastidores do programa CQC questionar série de reportagens sobre o conflito em Gaza

Por: Redação VEJA SÃOPAULO.COM

Um vídeo postado na página oficial da Federação Israelita de São Paulo no Facebook mostra o apresentador do CQC Marcelo Tas irritado com um grupo que foi assistir ao programa nos estúdios da TV Bandeirantes nesta segunda-feira (4).

+ Ana Paula Arósio põe sítio à venda por 6 milhões

O texto do post informa que um grupo da comunidade judaica de São Paulo tentou um “bate-papo respeitoso” sobre as reportagens que foram ao ar nas últimas três semanas mostrando o conflito em Gaza. “O âncora do humorístico deu uma clara demonstração de intolerância”, diz a mensagem.

+ Amigos fazem competição para ver quem consegue transformar um Big Mac em uma refeição cinco estrelas

Em seu blog, o apresentador se defendeu. “Fui abordado no estúdio por grupo de judeus que se dizia ‘decepcionado’ com a ‘parcialidade’ da série do CQC em Gaza. Pedi que me apontassem fatos e recebi respostas vazias e teorias da conspiração.”

+ Ana Maria Braga engana espectador com barraco de mentira em seu programa; assista

Ele disse ainda que identificou alguns dos presentes no estúdio como responsáveis por incitar outros internautas a “detonar” o CQC. “Fiquei um bom tempo conversando com o grupo. Foi uma conversa sincera, tensa, mas civilizada dentro do possível para aquela hora e lugar”, afirmou Tas.  “Gravaram toda a conversa e depois publicaram um vídeo selecionado de 30 segundos onde apareço como alguém que não quer o diálogo. Lamento a cegueira de muitos desse grupo que não conseguem enxergar e conviver com outro ponto de vista.”

+ 25 motivos para amar Pinheiros

Fonte: VEJA SÃO PAULO