Roteiro

Marcas de doces e sorvetes investem em lojas-conceito nos Jardins

Flagships ganham força no setor de alimentação. Kopenhagen e My Swiss Choco são as novidades mais recentes na região

Por: Sophia Braun - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Luxuoso centro de compras a céu aberto, a região dos Jardins tornou-se reduto de lojas-conceito a partir de 2005, quando a Melissa instalou na Rua Oscar Freire uma espécie de galeria. Mais recentemente, grifes como a Noir, Le Lis e a John John também escolheram um ponto no bairro para servir de vitrine de suas marcas.

+ Kopenhagen abre loja-conceito de 5 milhões de reais nos Jardins

A mais nova tendência no pedaço são as flagships ligadas ao setor de alimentação. Apenas no último mês de setembro, aportaram ali duas redes especializadas em chocolate, a My Swiss Choco, que propõe tabletes enfeitados ao gosto do cliente, e a Kopenhagen. Esta última investiu 5 milhões de reais para se fixar no imóvel antes ocupado pela Häagen-Dazs, na esquina das ruas Oscar Freire e Bela Cintra. 

Casa Bauducco flagship ed. 2295
Casa Bauducco: panetone o ano inteiro (Foto: Fernando Moraes)

São exclusividade da loja-conceito a linha de presentes composta, por exemplo, de caixas forradas de couro e taças de vidro repletas de guloseimas, os macarons e as tortas de musse de chocolate mais chumbinho e língua de gato, fornecidas pela banqueteira Monica Dajcz.

+ Bauducco vende panetones o ano inteiro em loja nos Jardins

Em outubro do ano passado, a Kibon abriu uma pop-up store da Magnum, sua linha premium de sorvetes. Durante os cinco meses em que funcionou na Rua Melo Alves, o espaço atraiu centenas de paulistanos com a proposta de personalizar picolés.

Diletto - loja dos Jardins
Diletto: primeira loja de rua da marca de picolés (Foto: Divulgação)

Na mesma época, foi inaugurada a primeira Casa Bauducco, na esquina das ruas Alameda Lorena e Haddock Lobo. O grande diferencial do lugar são os itens considerados top de linha, produzidos em menor escala em uma fábrica em Guarulhos, e os panetones, que recheiam as prateleiras o ano inteiro.

A Diletto também escolheu a região para abrir sua única loja de rua, em dezembro. Só neste endereço, provam-se, além dos cremosos picolés, sorvetes em massa que podem ser incrementados com caldas e confeitos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO