Mistérios da Cidade

Maramgoní mostra São Paulo com jeitão de filme noir

Por: Daniel Nunes Gonçalves [Caio Barretto Briso e Giuliana Bergamo] - Atualizado em

O artista plástico paulistano Maramgoní gostaria de ter vivido na São Paulo do passado. "Como não dá para voltar no tempo, realizo meu desejo nas telas que crio", afirma. Foi o que fez ao retratar a região do Vale do Anhangabaú na década de 40 (acima). "Minhas referências são fotos de época. Nesta, a imagem trazia um lugar vazio e em preto e branco. Acendi as luzes e coloquei pessoas e carros." Vinte telas do artista estão na mostra Uma São Paulo Noir, na Galeria Romero Britto (confira resenha na coluna Exposições). O nome é inspirado no clima sombrio dos filmes da década de 40.

Fonte: VEJA SÃO PAULO