Memória paulistana

Mappin: um marco no centro de São Paulo

Iluminação da loja de departamentos da Praça Ramos chegou a atrair meio milhão de pessoas por dia

Por: Maurício Xavier [com reportagem de Isabella Villalba] - Atualizado em

Mappin Anhangabaú
(Foto: Sergio Berezovsky)

“Feliz Natal, crédito automático, aqui e agora!”, diziam as placas da fachada do Mappin em dezembro de 1983. Além das compras, a decoração natalina da loja de departamentos também atraía muita gente. Pelo prédio da Praça Ramos transitavam 500000 pessoas por dia, favorecidas pela recém-inaugurada Estação Anhangabaú do metrô. O negócio acabava de completar sete décadas e foi apontado pela edição “Melhores e Maiores” daquele ano da revista EXAME, da Editora Abril, como o de melhor desempenho global no comércio varejista.

Fonte: VEJA SÃO PAULO