Seca

Mapas mostram onde a Sabesp diminui a pressão da água em São Paulo

Ruas em regiões mais altas de bairros como Jardim Paulista, Perdizes e Vila Mariana sofrem com o problema; levantamento foi obtido pelo Idec

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Desperdício de água
Homem lava faixa de segurança na Rua dos Açores, no bairro do Ibirapuera: Zona Sul tem diversos bairros onde já falta água (Foto: Moacyr Lopes Júnior/Folhapress)

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) divulgou nesta terça (28) uma série de mapas que mostram as regiões da capital em que a Sabesp supostamente diminui a pressão da água. Segundo o Idec, o material mostra "a curva crítica onde pode ocorrer falta d’água por causa da redução de pressão da rede". A Sabesp, por sua vez, diz que foi mal interpretada e nega que as informações repassadas tenham relação com a crise hídrica.

Os mapas mostram que em praticamente todas as regiões da cidade há pelo menos uma rua em que a pressão da água é reduzida. Em geral, isso ocorre no período noturno e em áreas mais altas - nos arredores da Rua Apinajés, em Perdizes, e na Rua Vergueiro, por exemplo -, mas não somente nelas. O Idec considera que saber onde a água chega com menor intensidade é fundamental para que o consumidor possa se programar e economizar ainda mais.

Já a Sabesp afirma que as áreas marcadas em vermelho nos mapas "estão sob influência das Válvulas Redutoras de Pressão (VRPs)", "não são regiões de risco e não estão sujeitas a desabastecimento por conta do equipamento". Essas válvulas, diz a companhia, foram "instaladas há mais de dezoito anos em diferentes regiões da capital paulista".

O Idec obteve os mapas por meio da Lei de Acesso à Informação. O pedido havia sido protocolado no dia 7 de setembro, mas a Sabesp liberou os dados somente na semana passada.

Confira onde estão os locais considerados críticos pelo Idec. Os números em vermelho mostram a altitude da rua, em metros.

- Zona Centro-Sul: bairros como Consolação, Jardim Paulista e Vila Mariana;

- Zona Sudoeste: Lapa, Perdizes, Pinheiros, Jardim América, Brooklin  e  Butantã e Morumbi

- Zona Sul: Interlagos, Campo Belo e Jabaquara

- Zona Leste: Mooca e Jardim Anália Franco, São Mateus, Itaquera, Penha

- Zona Norte: Freguesia do Ó, Pirituba, Santana

- Grande São Paulo: Embu e Taboão da Serra

Fonte: VEJA SÃO PAULO