Mistérios da Cidade

Mapa curioso de São Paulo reúne 1300 peças históricas

Espaço, que fica no Itaú Cultural, tem planta da cidade de 1891 com pouco mais de cinquenta ruas

Por: Maurício Xavier

EOS_Nova-planta-da-cidade-de-São-Paulo,-1891_Ugo-Bonvicini-e-Victor-Dubugras_foto2-André-Seiti
(Foto: André Setti)

Inaugurado em dezembro no Itaú Cultural, na Avenida Paulista, o espaço permanente Olavo Setubal reúne cerca de 1 300 peças que ajudam a contar a história do Brasil.

+ Veja os locais e horários da exposição Do Objeto para o Mundo - Coleção Inhotim, no Itaú Cultural +

Um dos artigos é um mapa da capital de 1891, que retrata pouco mais de cinquenta ruas e prédios públicos da época. A cidade possuía, então, apenas 65 000 habitantes,  e, segundo o documento, seus limites não chegavam a ultrapassar o que hoje é conhecido como centro.

Confira algumas das alterações ocorridas depois da confecção da carta:

  • Nomes de bairros como Cambucy, Bella Vista e Pary foram alterados após mudanças na ortografia
  • O Palácio do Governo, hoje no Morumbi, ficava no Pátio do Colégio, no bairro da Sé
  • O local que abrigava o Convento da Luz sedia atualmente o Mosteiro da Luz e o Museu de Arte Sacra
  • A Rua da Estação, então na região da Luz, desapareceu por causa de obras na cidade, entre elas as do metrô
  • O Vale do Anhangabaú substituiu o Rio Anhangabaú, que corre ali e foi canalizado

Fonte: VEJA SÃO PAULO