POLÍCIA

Manifestantes detidos em protesto 'Fora Temer' são liberados

Vinte e seis pessoas foram levados ao Deic por portarem "objetos utilizados em atos de vandalismo"; juiz considerou medida irregular

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

black blocs protesto
Largo da Batata: manifestantes formam barricada com lixeiras (Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo)

Os manifestantes detidos durante protesto realizado na Avenida Paulista no úlltimo domingo foram liberados nesta segunda (5) pela Justiça. Vinte e seis pessoas foram conduzidas ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) por, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública, carregarem máscaras, barras de ferro, pedras, um celular roubado e "objetos utilizados em atos de vandalismo". 

+ Maestro John Neschling é afastado do Teatro Municipal

Dezesseis deles - dez adolescentes foram detidos - se apresentaram nesta tarde ao Tribunal de Justiça de São Paulo, na Barra Funda. Em audiência, o juiz Rodrigo Tellini considerou a medida de custódia irregular. 

Em outubro de 2013, o Deic abriu inquérito para investigar a ação do e black blocs (manifestantes adeptos da tática de vandalismo) durante os protestos contra a Copa do Mundo realizadas na capital. Cerca de oito meses depois, Rafael Marques Lusvarghi e Fabio Hideki Harano acabaram presos acusados de associação criminosa por portarem, segundo a polícia, explosivos durante manifestação na Avenida Paulista. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO