Cidade

Manifestantes ateiam fogo em objetos e fecham via no Morumbi

Movimento dos Sem Terra reivindica auxílio dos governos para reparar os danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região nos últimos dias

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

manifestação
Manifestação fecha a Avenida Giovanni Gronchi, no Morumbi (Foto: Rafael Tsutomu Fujiwara)

Cerca de sessenta manifestantes, segundo a Polícia Militar, interditam a Avenida Giovanni Gronchi, na altura da Rua Clementine Brenne, no Morumbi, desde 18h, segundo informações da CET.

+ Portão é instalado na entrada de túnel para coibir "Buraco da Minhoca"

A Polícia Militar precisou do auxílio dos Bombeiros para conter o fogo ateado em entulhos e barreiras que bloquearam a passagem dos automóveis na via.

De acordo com a Polícia Militar, o ato é realizado por integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto). Eles reivindicam auxílio dos governos estadual e municipal para reparar os danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a capital nos último dias.

O protesto fecha a Avenida Giovanni Gronchi nos dois sentidos, e também a rua João Avelino Plínio, complicando o trânsito na região da região.

Mais cedo, uma carreata realizada por taxistas na Avenida Aricanduva seguiu até São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O protesto foi contra a morte de um taxista, que ocorreu no último domingo (22). Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o caso está sendo investigado. O grupo saiu da Praça Charles Miller, no Pacaembu.

Fonte: VEJA SÃO PAULO