Internacional

Manifestante com camisa do Corinthians é agredido em Hong Kong

Força de segurança agiu contra ativistas pró-democracia que protestavam perto da sede do governo

Por: VEJA SÃO PAULO

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

As imagens do confronto entre ativista pró-democracia e as forças de segurança de Hong Kong circularam as redes sociais nas últimas horas. Vestindo uma camisa com o escudo do Corinthians, o manifestante Ken Tsang foi agredido e detido por policiais. Além do símbolo do time paulista, a camiseta que ficou rasgada tem a frase: “Muitos vivem de títulos”.

A confusão aconteceu quando as forças de segurança começaram a remover as barricadas montadas pelos manifestantes em uma avenida que fica perto da sede do governo. Autoridades de Hong Kong informaram que 45 manifestantes foram detidos durante o protesto.

+ Americana de 29 anos com câncer terminal escolhe dia para morrer

Imagens divulgadas pela imprensa mostram Tsang sendo levado por policiais para uma rua e depois sendo agredido. Ao menos seis policiais foram afastados por causa das agressões.

De acordo com o jornal South China Morning Post, a Anistia Internacional se manifestou, condenando a agressão contra Tsang. As manifestações em Hong Kong  pedem o fim da interferência de Pequim na escolha do chefe do Executivo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO