Cidade

Ato contra o governo Temer ocupa parte da Avenida Paulista

Desde a 14h, manifestantes se reúnem em frente ao Masp

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

protesto paulista fora temer
O protesto na tarde deste domingo (18) (Foto: Estadão Conteúdo/ Renato S. Cerqueira/ Futura Press)

Desde as 14h deste domingo (18), uma manifestação contra o governo do presidente Michel Temer ocupa parte da Avenida Paulista, principalmente em frente ao Masp. O ato foi convocado pelas frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular e chamado de "4° Grande Ato Fora Temer, Diretas Já". Por volta das 18h40, a Polícia Militar divulgou que o ato contou com cerca de 300 participantes. Os organizadores falam em "milhares".

Ex-senador e candidato a vereador, Eduardo Suplicy também participou do evento. Por meio da sua página no Facebook, o político postou um vídeo no qual aparece em um tumulto com policiais militares, que apreendiam mercadorias de vendedores ambulantes que atuavam no pedaço. O candidato ainda afirmou que foi atingido com spray de pimenta no rosto quando tentou conversar com os profissionais.

A PM informou que, durante os dois protestos ocorridos neste domingo na via (o movimento Direita São Paulo também organizou um ato no local), atuou em dois tipos de equipes: a comum, que trabalha para garantir a segurança durante a manifestação, e a equipe de atividade delegada, que são homens da PM que não estão a serviço no efetivo de segurança e sim contratados pela prefeitura para atuarem no combate ao comércio ambulante irregular.

+ O festival de propostas genéricas dos candidatos à prefeitura

Em cima de um trio elétrico, cantores e bandas se apresentam em apoia à manifestação, entre eles Curumin.

Confira imagens do momento em que os policiais realizam a apreensão da mercadoria de uma ambulante e manifestantes tentam evitar a ação:

Fonte: VEJA SÃO PAULO