Diversão

Manhattan a céu aberto

Bares e restaurantes localizados em coberturas para curtir Nova York de ângulos diferentes e beber um drinque como o que dá nome à ilha

Por: Alvaro Leme, de Nova York - Atualizado em

230 Fifth Nova York - luxo 2229a
230 Fifth: bar funciona o ano todo (Foto: Alvaro Leme)

Só falta o Homem-Aranha

Na contramão da maioria dos bares de cobertura, que funcionam apenas quando faz calor, o 230 Fifth recebe a clientela o ano todo. Se a temperatura diminui muito, os clientes recebem mantas para continuar confortáveis no enorme deque com vista para o Empire State. Impossível sentar-se ali sem ficar hipnotizado pelo prédio — dá a impressão de que o Homem-Aranha vai passar a qualquer momento, pendurado numa de suas teias. Como muitas mesas são para grupos grandes, ir sozinho pode não valer a pena. Há vinte opções de entrada inspiradas em pratos típicos da Malásia e do Vietnã, que vão bem com champanhe (garrafas a partir de 200 reais). Para refrescar-se, experimente um dos coloridos drinques, caso do mimosa de morango. No sábado e no domingo, serve brunch até as 16h.

230 FIFTH. Quinta Avenida, 230 (próximo à Rua 27), 20º andar, tel.: (212) 725-4300. www.230-fifth.com

 

Era uma vez no Oeste 

Press Nova York - luxo 2229a
Press: perfeito para contemplar o rio Hudson e o pôr do sol (Foto: Rob Loud/Getty Images)

A crescente valorização imobiliária do lado oeste de Manhattan fez surgir, nos últimos anos, bons restaurantes e casas noturnas naquele pedaço da cidade. Antigos galpões e prédios industriais foram substituídos por ocupantes descolados como o hotel Ink48, que tomou o lugar que já abrigou uma gráfica (daí o nome: ink, em inglês, quer dizer tinta de impressão). No 16º andar, funciona o Press, perfeito para contemplar o Rio Hudson e o pôr do sol — a casa abre às 17h30. Na direção leste, um skyline de encher os olhos, no qual se destacam as chamativas luzes do Times Square. Caso vá à noite, tente chegar antes das 22h, quando uma filona começa a se formar na porta (o lugar não aceita reservas). E leve documento de identificação, cuja apresentação é exigida na entrada.

PRESS. Décima Primeira Avenida, 653 (esquina com a Rua 48), 16º andar, tel.: (212) 757-2224. www.ink48.com

 

1.001 turmas

Você pode esbarrar tanto com uma finlandesa de maiô e pantufas quanto com uma turma de engomadinhos de terno no Gansevoort Park Rooftop. Isso se deve ao fato de a frequência misturar hóspedes do hotel em que ele funciona (os únicos com acesso à bela piscina) e engravatados que trabalham nos arredores. Caso esteja num dos quartos, escolha as espreguiçadeiras sob o sol e divida com amigos uma jarra de sangria, que não é servida no balcão. Para os demais grupos, há mesas internas e outras — bem mais charmosas — ao ar livre, numa varanda.

GANSEVOORT PARK ROOFTOP. Avenida Park, 420 (próximo à Rua 29), 20º andar, tel.: (212) 317-2900. www.gansevoortpark.com

 

Vista? Para quê? 

STK Nova York - luxo 2229a
STK: misto de restaurante e casa noturna (Foto: Alvaro Leme)

Aquele papo de que Nova York não dorme parece fora de moda na cidade, impressão que desaparece após uma voltinha no Meatpacking. Um bar numa cobertura, ali naquele bairro baladeiro, não poderia ter outra vocação senão a do agito. Assim é com o STK. Misto de restaurante e casa noturna, foi inaugurado em junho e pertence aos proprietários da boate de endinheirados Tenjune. Por isso, mais importante que a vista para os arredores é focar os olhos no desfile de gente bonita e bem-vestida entre as mesas.

STK. Rua 12 Pequena Oeste, 26 (próximo à Nona Avenida), tel.: (646) 624-2444. www.stkhouse.com

 

Fim de tarde animado

Basta dizer que um dos drinques do cardápio se chama Chanel nº 9 para dar uma ideia do ambiente do Jimmy, no SoHo, cujas portas se abriram pela primeira vez neste verão americano. A decoração do bar combina com a do resto do edifício que o abriga, o do classudo James Hotel, inaugurado em setembro de 2010. Hostesses e garçonetes de microvestidos (que podem causar ciúme em namoradas e afins, vai o alerta) circulam entre as poltronas azuis de veludo do espaço interno e a área da piscina, que fecha nos dias chuvosos. Há vista tanto do skyline ao norte quanto das obras do Ground Zero, onde ficavam as torres gêmeas destruídas pelo terrorismo em 2001.

JIMMY. Rua Thompson, 15 (próximo à Rua Grand), 15º andar, tel.: (212) 201-9118. www.jameshotels.com

 

Beira de praia, ou quase

Programe-se para o brunch no terraço do Four, restaurante que fica em um hotel moderninho no extremo oeste (olha ele aí de novo!) de Manhattan, o Yotel. A refeição é servida no sábado e no domingo, das 11h às 15h. É um bar de cobertura meio diferente, pois fica no 4º andar e é cercado de edifícios muito maiores. Exceto por esse mar de prédios, o resto lembra beira de praia: o som house, as muitas garrafas de vinho rosé entre as mesas e mesmo o figurino desencanado do público.

FOUR. Décima Avenida, 570 (próximo à Rua 42), tel.: (646) 449-7700. www.yotel.com

 

Pausa para contemplar

Rooftop Garden do Metropolitan - luxo 2229a
Rooftop Garden do Metropolitan: vista impressiona visitantes (Foto: Alvaro Leme)

Como praticamente tudo no Metropolitan, a cobertura encanta os visitantes. Uma vista espetacular da cidade, com o Central Park em primeiro plano, torna obrigatória a parada no Rooftop Garden. Organize seu dia para bater pernas entre as salas de exposição e descanse um pouco por ali — a atração principal nesse caso, não vamos perder o foco, é o museu. O bar serve apenas lanches rápidos e, além de refrigerantes, água, cerveja e uns coquetéis bem gostosinhos. O after summer, que leva gim, prosecco e suco de ameixa, torna ainda mais fácil apreciar o visual. Até 30 de outubro, está em cartaz nesse espaço uma mostra de esculturas do inglês Anthony Caro. Atenção: quando faz tempo ruim, a cobertura não abre.

ROOFTOP GARDEN DO METROPOLITAN. Quinta Avenida, 1000 (próximo à Rua 82), tel.: (212) 535-7710. www.metmuseum.org

 

Cerveja na Quinta Avenida 

Birreria - luxo 2229a
Birreria: espera por uma mesa pode chegar a duas horas (Foto: Alvaro Leme)

Sofia e Wanda esperam por você no salão de 160 lugares da Birreria. Os nomes femininos batizam as duas encorpadas cervejas fabricadas ali mesmo, na Quinta Avenida. Se o teto retrátil estiver fechado (o que só ocorre quando chove), o ambiente ficará barulhento demais para alguns ouvidos. O restaurante-cervejaria integra o Eataly, complexo gastronômico do estrelado chef Mario Batali, instalado no térreo do mesmo edifício. Por si só, já valeria a visita, aliás. A espera por uma mesa pode ser de duas horas, por isso tente chegar para o almoço bem mais cedo ou já no meio da tarde, por volta de 15h.

BIRRERIA. Quinta Avenida, 200 (esquina com a Rua 23), tel.: (212) 229-2560. www.eatalyny.com

 

Maria Antonieta adoraria 

XVI - luxo 2229a
XVI: decoração é um encontro de Miami com Versalhes (Foto: Mario Tama/Getty Images)

Na porta, a cordinha de veludo, a hostess e o segurança intimidam. Ao passar por essa barreira, você circula por escuros corredores com paredes pintadas de preto que também não são lá muito acolhedoras. Dezesseis andares acima, porém, a má impressão desaparece. Primeiro pela decoração, muito propriamente classificada pela revista New York como um encontro de Miami com Versalhes. O nome do lugar, XVI, vem do rei francês Luís XVI. No último 4 de julho, feriado da independência americana, o lugar bombou devido à vista para o Rio Hudson, onde ocorre uma tradicional queima de fogos. Já que a área ao ar livre pode ficar quente demais, o ideal é tentar uma mesa na parte coberta, que tem ar-condicionado. Há um DJ, mas pouco espaço para dançar.

XVI. Rua 48 Oeste, 251 (próximo à Oitava Avenida), tel.: (212) 956-1300. www.xviny.com

 

Sem badalação 

Gramercy Terrace - luxo 2229a
Gramercy Terrace: perfeito para sentar-se e ler um livro (Foto: Alvaro Leme)

Instalado no topo do chique Gramercy Park Hotel, o Gramercy Terrace será mais apreciado pela turma que gosta de bons drinques mas prefere ficar longe de agito. É perfeito para sentar-se e ler um livro, principalmente quando o teto retrátil está aberto. A profusão de plantas e as pequeninas lâmpadas com cara de vilarejo grego às vezes fazem o visitante esquecer que está em Nova York. Experimente os saborosos coquetéis, servidos a partir das 17h. Eles combinam divinamente com sobremesas como o orange olive oil cake, versão sofisticada daqueles bolos preparados pelas vovós brasileiras.

GRAMERCY TERRACE. Avenida Lexington, 2 (próximo à Rua 21), tel.: (212) 201-2171. www.gramercyparkhotel.com

Fonte: VEJA SÃO PAULO