ESPECIAIS

Dez ideias originais para assistir aos jogos da Copa em bares

Confira endereços que oferecem um "quê" a mais além de exibir as partidas

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

terraço italia
Coquetel brasil (cachaça, abacaxi, limão, xarope de menta e leite condensado), servido no Terraço Itália em jogos da Copa do Mundo (Foto: Divulgação)

Se você não vai assistir às partidas da Copa do Mundo nos estádios, pode aproveitar para vê-las em bares da cidade. Como são muitos os locais que exibem os jogos, selecionamos abaixo casas que oferecem um "quê" a mais. Você pode torcer para o Brasil tomando caipirinha coletiva, harmonizando petiscos com cervejas ou comendo acepipes exóticos.

+ Saiba tudo sobre a Copa do Mundo 2014

Para evitar transtornos, não deixe de reservar antes. Vale ainda ligar para conferir se as promoções continuam valendo -- algumas casas têm feito alterações de última hora.

tatu bola - caipirinha de 2 litros
Caipirinha de 2 litros do Tatu Bola (Foto: Divulgação)

Com 2 litros de caipirinha

Para aproveitar o espírito coletivo da Copa, o Tatu Bola, no Itaim Bibi, vai servir caipirinhas em vidros de 2 litros enquanto exibe as partidas. O caipirão brasuca, que serve até seis pessoas, é feito com vodca ou cachaça, limão-taiti (verde) e limão-siciliano (amarelo). Custa R$ 129,90. Nos dias de disputas da seleção, o lugar cobrará entrada de R$ 70,00 (homens) e R$ 50,00 (mulheres), com cerveja à vontade. Ingressos à venda no local.

Comendo tira-gostos de outros países)

Quando a seleção estiver em campo, o boteco Jacaré Grill vai sugerir petiscos típicos dos países adversários. Na Cervejaria Ô Fiô, os petiscos de diferentes países participantes do mundial estarão disponíveis diariamente. Da Holanda, o bar sugere um bolinho de vitela com molho de framboesa (R$ 35,00 a porção).

Com um pacote-ostentação de petiscos e bebidas por R$ 420,00

Já que dia de jogo é bom para se esbaldar , quem tiver uma graninha a mais pode pedir o "combo ouro", do Caro Amigo Chopp Bar. Por R$ 420,00, o torcedor tem direito a três petiscos à escolha mais dezoito chopes ou seis caipirinhas. Bandeirinha, corneta e camiseta temática estão incluídas no preço. Recomenda-se reservar.

Bebericando uma taça de vinho

Dedicado aos vinhos, o Tazza oferece 42 rótulos da bebida em porções individuais. É o próprio cliente quem coloca o copo na máquina que armazena as garrafas, decide a dose (30, 60 ou 120 mililitros) e pressiona o botão. Durante os jogos do Brasil, a casa cobra R$ 27,50 de entrada, valor que pode ser consumido em vinho. Os preços variam de R$ 4,00 a R$ 80,00. Para acompanhar, a porção de deliciosos bolinhos de camarão sai a R$ 30,00 (oito unidades). Dica: o local é um dos poucos bares que costumam ficar tranquilos nas proximidades da Rua Aspicuelta em dias de jogos.

Tazza
Em taça: há doses de 30, 60 e 120 mililitros (Foto: Mario Rodrigues)

Harmonizando petiscos e cervejas

Tudo bem que você não vai ter muito tempo de prestar atenção aos sabores das cervejas servidas no Melograno enquanto vê as partidas. Mas espere o intervalo para pedir sua harmonização, composta de um petisco e uma cerveja (R$ 50,00 ou R$ 80,00). Do combo mais barato, uma das duplas sugeridas é o croquete de carne junto com a bebida Brooklin Lager (355 mililitros). Atenção: para conferir os jogos, todos os clientes devem pedir algum dos combinados.

Hooters - Vila Olimpia
O ruidoso salão do Hooters: estética americanizada e raras mulheres entre a clientela (Foto: Mario Rodrigues)

Que tal com hambúrgueres típicos e chope a cada gol do Brasil?

Assim como faz o Mc Donald’s, o Hooters prepara hambúrgueres inspirados na culinária de países que disputam o mundial. São seis lanches, por R$ 32,80 cada um. O méxico burger leva um bifão de picanha, queijo cheddar, tomates em cubo, chili e pimenta jalapeño. Acompanha batata canoa e guacamole. Para animar a torcida, nas partidas do Brasil os clientes ganham um chope a cada gol da seleção. A casa vai cobrar entrada de R$ 50,00 nos jogos do Brasil.

Bebericando chopes feitos para a data

Para sair do trivial, vale garantir um lugar na Cervejaria Nacional, que produz as próprias bebidas. Em comemoração à Copa, a casa lançou a terceira versão da cerveja Umbabarauma,  uma american pale ale  (R$ 13,00; 320 mililitros). No dia 13 de julho, na grande final do campeonato, é a vez  do lançamento da Gold Mula (R$ 15,00; 320 mililitros). Haverá um telão no 2º andar, além de televisões nos outros pisos.

À moda espanhola, com sangria e tapas à vontade

O Torero Valese, bar de clima romântico, vai ficar mais animado com a instalação de televisores para exibir as disputas. Também vão inflamar os ânimos a sangria servida à vontade, por  R$ 79,90, e cerveja long neck também à vontade, por R$ 69,90. Haverá "open bar" de tapas (R$ 39,90), com petiscos como a croqueta de jamón com queijo emmental e a tapa de tartare de salmão com tapenade de alcaparra.

Brindando com drinques inspirados nas seleções

Para ver o Brasil nas telas, o cliente vai desembolsar R$ 151,00 no Terraço Itália, o que dá direito a uma mesa de aperitivos. Haverá ainda uma carta especial de drinques que homenageiam diferentes seleções do mundo.  O de nome camarões (R$ 22,00), por exemplo, leva bourbon, xarope de menta verde e cerveja. O holanda combina gim, geleia de pimenta, suco de limão e tônica. É necessário fazer reserva.

Com um bolão promovido pelo bar

O Pé de Manga realizará um bolão, em que os clientes darão palpites sobre as partidas e concorrerão a brindes. Para assistir aos jogos no local, que tem um exuberante quintal rodeado de árvores, deve-se reservar pelo site sportsarena.me. A mesa de quatro lugares custa R$ 350,00, e o cliente pode beber cervejas Budweiser à vontade.

Fonte: VEJA SÃO PAULO