Ex-prefeito

Maluf oferece 1 milhão de dólares para não ser preso nos Estados Unidos

Acusado de roubo, fraude e lavagem de dinheiro pela Justiça de Nova York, o deputado federal tenta acordo pela segunda vez

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Paulo Maluf
Maluf: anel de diamantes e 1 milhão de dólares para ter passe livre nos Estados Unidos (Foto: Mario Rodrigues)

O ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf quer pagar 1 milhão de dólares à Justiça americana para se livrar de um mandado de prisão preventiva que o impede de viajar para o exterior desde 2007. O deputado federal pelo PP é réu em um processo criminal naquele país, acusado de lavagem de dinheiro - teria desviado 11 milhões de dólares do Brasil pelo banco Safra de Nova York - roubo e fraude. 

+ Banco usado por Maluf vai indenizar prefeitura

Além da multa, Maluf também daria um anel de diamantes da mulher, Sylvia, avaliado em 250 mil dólares, para se livrar da cadeia. Ele também se comprometeria a confessar um dos crimes pelos quais é acusado - qualquer um - em troca do perdão. Ainda não houve acordo com a promotoria de Nova York.

Não é a primeira vez que o ex-prefeito tenta se livrar da cadeia nos Estados Unidos. Em 2009, quando seu nome foi incluído na lista de procurados pela Interpol, seus advogados ofereceram pagar 15 milhões de dólares para que a ação fosse encerrada. O processo continuou, mas a promotoria deu uma colher de chá: mandou retirar o nome de Maluf da lista. Assim, ele conseguiu passar férias na Europa. As negociações minguaram e ele voltou a figurar na "difusão vermelha" da Interpol.

Fonte: VEJA SÃO PAULO