TELEVISÃO

Polícia identifica suspeito de fazer comentários racistas contra Maju

Adolescente de 15 anos foi encaminhado para a delegacia; após ataques nas redes sociais, Maria Júlia Coutinho recebeu o apoio de internautas e colegas de profissão 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Maju Globo
Maria Julia Coutinho: após ataques, muitos internautas defenderam a jornalista (Foto: Divulgação Globo/Zé Paulo Cardeal)

A Polícia Civil identificou um dos suspeitos de ter publicado nas redes sociais comentários racistas contra a jornalista Maria Júlia Coutinho, da TV Globo. Os ataques começaram na última quinta (2). O assunto ganhou repercussão e "Maju" conquistou o apoio de colegas de profissão e, também, de muitos internautas.

Morador de Carapicuíba, na Grande São Paulo, o rapaz de 15 anos foi levado até a delegacia para falar sobre o caso. A polícia tenta agora identificar outros supostos envolvidos no caso.

+ Bonner e equipe do Jornal Nacional saem em defesa de Maju Coutinho

Para encontrar os suspeitos, policiais rastrearam as imagens com as mensagens ofensivas e fizeram buscas nas redes sociais. Em seguida, a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância solicitou ao Facebook os dados cadastrais e os números de identificação dos investigados.

+ Fernanda Gentil repudia ato racista contra Maju Coutinho

A pena para quem comete esse tipo de crime é de dois a cinco anos de prisão e multa. No caso do adolescente, que responde por ato infracional, a pena pode ser uma medida socioeducativa.

Ataques

Maria Julia Coutinho, que apresenta a previsão do tempo no Jornal Nacional, da Rede Globo, foi vítima de racismo na noite da última quinta (2). Uma publicação na página oficial do programa no Facebook, que trazia uma foto da jornalista Maju para ilustrar a chamada "Tempo fica firme em grande parte da região central do Brasil nesta sexta", recebeu diversos comentários preconceituosos.

+ Internautas repercutem edição do JN que comentou atos racistas

“Vai tomar banho e tirar essa cor preta”, “projeto de escapamento”, “a tela da minha TV está preta” e “o tempo está preto hoje” foram alguns dos ataques que a apresentadora sofreu.

+ MP irá investigar ataques racistas a apresentadora da Globo

Alguns internautas registraram os comentários racistas em imagens e prometeram levá-los à Justiça. "Acabo de fazer um print de todos os comentários dessa postagem e irei levá-los às autoridades cabíveis. Racismo é crime", escreveu um dos defensores.

+ Confira as principais notícias da cidade

Fonte: VEJA SÃO PAULO