O COMEÇO DE UMA GRANDE HISTÓRIA

Mais amor, por favor

A frase se espalhou pelas ruas e ganhou ainda mais força na internet. O intuito? Propagar o amor na comunidade

Por: - Atualizado em

Mais amor por favor
Intervenção mais amor por favor (Foto: Divulgação)

Ygor Marotta tem 28 anos e é autor de um projeto famoso na capital: a intervenção “Mais amor por favor”. Em 2009, o artista começou a escrever a frase pelas ruas de São Paulo. “Os grandes centros urbanos vivem em uma velocidade diferente, o caos predomina. As pessoas vão se esquecendo do mais fundamental para vivermos em comunidade, o amor”, afirma. Marotta viu na rua uma plataforma gigante para a comunicação dessa ideia. Começou a grafitar tapumes de obras e muros abandonados. Em pouco tempo, o movimento se expandiu.

+ Conheça outras histórias inspiradoras

Com a força da internet, a mensagem se multiplicou, e muitas pessoas começaram a escrever a frase em outras cidades. Nas colagens coletivas de "Mais amor por favor" – encontros em que pessoas definem uma rota e saem juntas para espalhar cartazes com a mensagem pelas ruas –, a ideia tomou um corpo ainda mais forte: mais de 20 mil pôsteres já foram impressos e distribuídos em diversas cidades do Brasil e do mundo. Não é fácil tocar um projeto autoral que tem um apelo tão popular para nossos tempos. “Levo o trabalho sempre para o lado independente, com muito esforço, fé e dedicação ao que eu acredito. É triste ver grandes empresas se apoderando da frase e da mesma estética. Copiam o ‘Mais amor por favor’ para que a marca tenha uma cara mais moderna, pra que tenha a ideologia ‘mais amor’. Branding? Marketing? Plágio e cópia, é zero amor”, contesta o artista.

Mas há mais motivos para comemorar do que para lamentar. No evento Existe Amor em SP, em 2013, na Praça Roosevelt, Marotta e um grupo convocaram os paulistanos para ocuparem o espaço público e compartilharem o amor. Mais de 20 mil pessoas compareceram. Muitas participaram das colagens coletivas dos cartazes. “E apenas com a força do amor, fizemos um festival de arte, música e cultura. No final ainda ouvimos as palavras humildes sobre respeito e educação do artista Criolo. Foi um dia mágico em que São Paulo brilhou”, lembra.

Mais projetos de amor

A frase tornou-se inspiração para todos os outros trabalhos de Marotta, como o vjsuave, um duo audiovisual co-criado com a artista argentina Ceci Soloaga. Juntos, projetam nas ruas animações quadro a quadro, transmitindo a mesma mensagem de amor, respeito e gentileza. Já criaram quatro curtametragens e na maioria das vezes os projetam com o “suaveciclo”, um triciclo adaptado a um equipamento de projeção para que as imagens percorram as ruas, prédios e paisagens das cidades. Os projetos estão só começando.

No ano que vem, o duo gravará o curtametragem de projeção em movimento A Natureza Invade a Cidade, que aborda a questão da falta de árvores, rios e verde nos centros urbanos. A arte já virou uma instalação audiovisual – esteve exposta no Rio de Janeiro em setembro e segue para Recife em dezembro e janeiro.

A dupla também planeja resgatar um pouco do folclore nacional com uma nova instalação audiovisual.

Além disso, Marotta cuida da loja online Bons Pensamentos, em que vende impressões e outros produtos. “É ela que mantém o movimento vivo. Com as vendas, arrecado dinheiro para novas impressões e envio para as pessoas colarem em diferentes lugares”, conta.

Em todos os trabalhos, o foco é o amor: “Acreditamos nessa força toda poderosa, que inspira e faz com que sigamos em frente, no caminho da luz”, diz.

 

Nome: Ygor Marotta

Profissão: Artista

Atitude transformadora: Criou o movimento “Mais amor por favor”, com intervenções na capital paulista que invadiram outras cidades do Brasil e do mundo

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO