Show

Fãs se reúnem para segunda edição do Maiden Day, na véspera do feriado

Evento terá bandas cover, balcão para troca de “bootlegs” e Eddie de três metros de altura

Por: Redação VEJA SÃO PAULO on-line - Atualizado em

Iron Maiden
O vocalista Bruce Dickinson, em São Paulo: Iron Maiden ganhou dia próprio (Foto: Divulgação)

Lançado à meia-noite do dia 21 de abril de 2009, o documentário “Flight 666” conta a história de uma turnê do Iron Maiden com voos pilotados pelo vocalista da banda, Bruce Dickinson. Desde então, essa data ficou conhecida como Maiden Day, ou Dia do Iron Maiden, auto-intitulado “o maior encontro de fãs do mundo”.

Fãs da banda inglesa em todo o planeta se reúnem na data para celebrar e trocar informações. Em São Paulo, o evento acontece no Manifesto Bar, no Itaim Bibi, a partir das 22h do dia 20 de abril — os shows estão previstos para começar após a 0h. A entrada custa 15 reais.

Duas bandas cover irão se apresentar, a Children of the Beast e a Phantom of the Beast. O repertório dos grupos deve abranger boa parte da carreira do Maiden, com músicas dos primeiros discos (como “Running Free” e “The Number of the Beast”) e dos mais recentes (caso de “El Dorado”).

Como na primeira edição do evento, haverá um balcão para que fãs troquem “bootlegs”, gravações de shows raros da banda. Além disso, um Eddie de três metros de altura — semelhante ao que a banda trouxe no último show que fez em São Paulo, em março — andará entre a plateia.

Fonte: VEJA SÃO PAULO