Dia das mães

Mães, filhos e sócios

Na cozinha e nos negócios, conheça algumas parcerias de sucesso que vão além da convivência familiar 

Por: Gabriela Boccaccio

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

No ramo dos restaurantes e bares, muitos negócios começam em família. Misturar os rótulos de mãe, filho, chef, funcionário, patrão e sócio parece um risco, mas as parcerias de sucesso existem. Nas vésperas do Dia das Mães, conheça o que os herdeiros e as mamães falam sobre essa sociedade.

+ Confira o especial para o Dia das Mães 

Regina Maatouk comanda o restaurante Monte Líbano com sua mãe, Alice, de 80 anos. São 26 anos de trabalho e muita convivência. “Sou o que sou hoje por causa dela", afirma Regina. "Ela me ensinou tudo o que sei”. 

Renata e Silvia Vanzetto
Renata e Silvia Vanzetto, parceria em todos os restaurantes (Foto: Acervo Pessoal)

Renata Vanzetto, chef do Ema e do Marakuthai, conta com sua mãe Silvia para diversas tarefas em seus restaurantes. Além da decoração, a parte administrativa fica por conta dela. "É a pessoa em que eu mais confio, ela cuida da parte chata das casas", conta a filha, rindo. 

+ Brunchs e cafés para o Dia das Mães

Dona Felicidade empresta seu nome ao bar homônimo. Com seus filhos Toninho, Sergio e Elisabete, a senhora de 89 anos não deixa a cozinha de lado. Ainda que não prepare mais pratos, ela faz a parte de relações públicas, explica Toninho, seu filho mais velho. Ele trabalha com a mãe desde os 15 anos e admira a simpatia de Felicidade, que conquista os clientes. Os almoços em família são quase diários. "Ficamos todo dia ao lado da Felicidade", conta Toninho, num gracioso trocadilho.

A família Brito
A família Brito, da Academia da Gula, bar vira uma festa entre amigos (Foto: Acervo Pessoal)

Na Academia da Gula, as refeições em família são acompanhadas de vinho. Daniella Brito trabalha com a mãe, Rosa, que pilota a cozinha. "O bar virou uma grande festa de amigos e família", conta a filha, que tenta aprender aos poucos as receitas.  

+ Menus completos para o Dia das Mães por menos de 100 reais

O Bendito Quindim é um negócio de família. Os filhos Lucas e Cauê trabalham com a mãe, Cátia Farias Fantone, que prepara os doces. O pai, Ricardo, também está no negócio. Lucas, de 24 anos, fica no caixa e cuida da parte administrativa, enquanto Cauê, de 26 anos, ajuda na cozinha. O filho mais novo se surpreendeu ao perceber que trabalhar em família é fácil. "Me entendo bem com a minha mãe. Ela está sempre disposta a ensinar coisas", conta Lucas.  

Concetta Pappalardo, de 70 anos, é mãe do confeiteiro do ano, Rafael Barros, do Opera Ganache. A parceria entre os dois já dura doze anos. "É tanto tempo de convivência que os dois pensam na mesma coisa, ao mesmo tempo", confia Concetta. Mãe e filho compartilham a loja e a data de aniversário, o dia 30 de maio. "Somos geminianos, é muita afinidade, nos damos muito bem". 

Fonte: VEJA SÃO PAULO