CRIMINALIDADE

Madrugada violenta na Zona Sul de São Paulo

Um homem morreu e outros dois foram baleados na manhã de domingo; a Polícia Civil investiga os casos

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Dois crimes violentos foram registrados na madrugada deste domingo (10) na Zona Sul da capital.

O moldador Alex Sandro Veiga da Silva, de 29 anos, morreu após ser atingido por uma bala na Avenida João Dias, no Jardim Monte Azul, por volta das 5h da manhã. Um homem, de 29 anos, que estava com Silva, também foi alvejado, mas sobreviveu.

 

As vítimas foram socorridas por moradores do local, que os levaram para o Hospital Municipal do Campo Limpo. Segundo o relato do sobrevivente dado aos policiais, um homem desconhecido passou pelos amigos e começou a atirar. O caso foi registrado no 47º Distrito Policial, no Capão Redondo.

Já no bairro de Santo Amaro, um motoboy, de 29 anos, foi baleado no rosto após uma briga em uma casa noturna. De acordo com uma balconista, de 27 anos, que acompanhava o rapaz, após saírem do local, dois homens o agrediram porque ele encostou no carro deles. Como o motoboy revidou, eles sacaram as armas, mas a mulher pediu que não atirassem.

 

O casal foi embora, mas, pouco tempo depois, foram surpreendidos na esquina das ruas Ada Negri e Vigário Taques Bittencourt. Um carro se aproximou e efetuou os disparos. A mulher não conseguiu anotar a placa nem ver as características do veículo. O crime ocorreu por volta das 5h30 da manhã. O caso foi registrado no 11º DP como tentativa de homicídio.

Os nomes das demais vítimas não foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública.

Fonte: VEJA SÃO PAULO