Bares

Madeleine comemora três anos com jantar harmonizado

Melhor endereço de música ao vivo eleito por VEJA COMER & BEBER também lança espumante para celebrar

Por: Bruno Cesar Dias - Atualizado em

madeleine três anos
Noite francesa: rótulo próprio, pratos criados pelo chef Luiz Emanuel e show com clássicos de Serge Gainsbourg estão na programação (Foto: Divulgação)

Tradicional reduto do chope e do samba, a Vila Madalena ganhou na metade de 2009 um espaço para o vinho e o jazz com a inauguração do Madeleine. A receita deu tão certo que garantiu sua premiação na categoria “música ao vivo” por VEJA COMER & BEBER nos últimos dois anos. Para comemorar o aniversário de três anos celebrado nesta terça (31), a casa inicia um projeto de jantares harmonizados. Na ocasião, ainda haverá o lançamento de um espumante próprio – tudo ao som do conjunto “Les Serges”.

+ Bairro tem plano-diretor para preservar características

+ Confira as novidades da gastronomia no Blog do Lorençato

Segundo o sócio e diretor artístico André Guilger, o sucesso pode ser creditado à atenção equilibrada dada a ambiente, gastronomia e música: “Temos um perfil definido e único por esse conjunto de fatores". Com esse intuito lançam agora o “Proustianas”, série de jantares regados a vinhos.

Hoje à noite, rótulos provenientes da região de Bordeaux serão apresentados em companhia de pratos feitos pelo chef convidado Luiz Emanuel. Completam o clima francês o show da banda “Les Serges”, que apresenta músicas do compositor Serge Gainsbourg (1928-1991) e demais clássicos daquele país. O ingresso custa 220 reais por pessoa e dá direito a coquetel, uma entrada, dois pratos principais e uma sobremesa, além de biscoitos, café e água.

+ Confira o Guia do Vinho

Outra ação é o lançamento do espumante Madeleine Brut, também presente na harmonização. A ideia, segundo Guilger, partiu do sentimento de marcar com assinatura pessoal a adega de 101 rótulos. "Sentíamos falta de ter algo nosso e, para isso, nada melhor do que uma bebida símbolo da celebração." Feito com uvas chardonnay e pinot noir, foi desenvolvido com exclusividade pela vinícola Pizzato, da região da Serra Gaúcha. A garrafa sai por R$ 62,00. A periodicidade desses jantares ainda não foi definida. Veja abaixo o menu completo:

Coquetel

Ostra au gratin, harmonizado com Madeleine Brut

Entrada

Tarte de escargot e espinafre, acompanhado do branco Château Bel Air Perponcher Réserva

Pratos

Linguado ao vermute e vôngole, servido com Château Bel Air Perponcher Réserva

Confit de pato com molho de lentilhas e presunto cru, em dueto com o tinto Château La Tour de By

Sobremesa

Canneles, com vinho tipo sauternes Château Gravas

Fonte: VEJA SÃO PAULO