Noite

Madame: um casarão que marcou época

Fechada em 2007, balada que fez sucesso nos anos 80 volta de cara nova

Por: Carolina Giovanelli - Atualizado em

Madame 2267
Madame: traje preto é praticamente obrigatório (Foto: Raul Zito)

Inaugurado em 1983, o clube Madame Satã, na Bela Vista, marcou época com seu estilo dark e frequentadores punks. O endereço durou até 2007, quando já se mostrava decadente. Há dois meses, os sócios Gé Rodrigues e Igor Calmona (também do DJ Club, Nostro Mondo e Mini Club) resolveram reviver os tempos áureos do espaço. Reformaram o antigo casarão de ares fantasmagóricos — que tem até uma gárgula na fachada —, mantendo a maioria das características originais.

+ Madame Satã retorna à noite paulistana

+ Mini Club: temática fetichista

+ As festas que agitam a cidade

Para anunciar a nova fase, o nome passou a ser só Madame. Repleto de candelabros, sofás e lustres de pentagrama, o lounge exibe clima pesadão. A pista do subsolo conta com uma luz pisca-pisca que dá impressão de movimentos em câmera lenta. Às quintas e sextas, o rock gótico toma conta da trilha, enquanto aos sábados hits dos anos 80 em vinil bombam as caixas de som. Performances artísticas também animam as noitadas. Dica: vestir preto é praticamente obrigatório.

Fonte: VEJA SÃO PAULO