Mistérios da Cidade

Lixo de feira atrapalha trânsito na Rua Augusta

Resíduos deixados por donos de barracas são arrastados pela chuva

Por: Mauricio Xavier [Com reportagem de Arnaldo Lorençato, Catarina Cicarelli e Isabella Villalba]

Lixo nos Jardins - 2207
Sacos com detritos: cena recorrente nos Jardins (Foto: Cida Souza)

Levados pela enxurrada provocada por uma forte chuva, restos da feira de domingo (27) da Alameda Lorena desceram a Rua Augusta na tarde do dia seguinte. Um saco preto com bagaços de cana-de-açúcar atrapalhava o trânsito no cruzamento com a Rua Oscar Freire, cena recorrente nos Jardins. “O problema não é de hoje: quando chove, a Augusta vira um rio, que carrega o lixo das calçadas”, diz o jornaleiro Thomas Carlos, com ponto no local há quinze anos. Segundo o Departamento de Limpeza Urbana (Limpurb), é obrigação dos feirantes acondicionar os resíduos das barracas até as 14 horas, a tempo de ser recolhidos no mesmo dia.

Fonte: VEJA SÃO PAULO