Mistérios da Cidade

Livro relembra a vida de Mario Covas

Político morto em 2001 é tema de "Mario Covas: Democracia — Defender, Conquistar, Praticar"

Por: Maurício Xavier [com reportagem de Daniel Salles e Isabella Villalba]

Mario Covas - 2222
Mario Covas, em 1983: penteando os cabelos para aparecer na Rede Globo (Foto: Acervo de família)

Em 20 de abril de 1983, Mario Covas, então secretário estadual de Transportes, penteava os cabelos no alto de um prédio na Avenida Paulista para conceder uma entrevista à Rede Globo após ser nomeado prefeito de São Paulo pelo governador André Franco Montoro. Permaneceu no cargo até o último dia de 1985, quando o transferiu a Jânio Quadros.

Primeiro presidente do PSDB, Covas morreu em 2001, em decorrência de um câncer, durante seu segundo mandato como governador. A foto integra o livro "Mario Covas: Democracia — Defender, Conquistar, Praticar" (Imprensa Oficial, 352 páginas, R$ 50,00), organizado por Osvaldo Martins.

Fonte: VEJA SÃO PAULO