Restaurantes

Lia Jockey: bufê cuidadoso e barato no Centro

No 9º andar do prédio do Jockey Club, Lia Tulmann serve boas receitas na hora do almoço

Por: Arnaldo Lorençato

A mesa de saladas do Lia Jockey 2222
A mesa de saladas do Lia Jockey: a refeição inclui pratos quentes por R$ 36,20 (Foto: Fernando Moraes)

Embora ofereça refeições expressas em bufê, a proposta da chef Lia Tulmann sempre foi escapar do trivial. É assim desde 1997, quando abriu o restaurante Lia Giorno, no Shopping Jardim Sul. A cozinheira trouxe esse conceito de self-service esmerado para o centro da cidade.

Instalado no 9° andar do prédio do Jockey Club, o Lia Jockey mostra-se uma boa alternativa para quem almoça na região. No salão charmoso e um tanto castigado pelos efeitos do tempo, as sugestões são apresentadas em mesas, uma de saladas, antepastos e quiches e outra dedicada a pratos quentes, servidos em revezamento diário. Para garantir a qualidade, Lia conta com o auxílio da filha, Marcela, formada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi.

Torta de pistache e morango, do Lia Jockey 2222
Torta de pistache e morango: tentadora sobremesa (Foto: Fernando Moraes)

Na parte fria, podem aparecer o carpaccio de goiaba, a abobrinha recheada de ricota e a terrine de berinjela recheada de queijo mascarpone e tomate seco. Estão entre as opções quentes o pernil de cordeiro com feijão-branco, o varenique de batata e o strudel salgado de queijo e damasco. Também há receitas temáticas, a exemplo do virado à paulista, reservado para as segundas, e da feijoada mais leve, em cartaz às quartas. Custa R$ 36,20.

O bufê de doces (R$ 9,90) compõe-se de tentações como a musse de coco com baba de moça e a torta cremosa de pistache e morango. Limitada, a carta de vinhos traz o argentino Tilia Malbec/Syrah 2008 (R$ 54,00). Menos mal que a casa não cobra pelo serviço de rolha.

+ Teatro Municipal reabre após reforma

+ Confira: 50 lugares para comer bem sem gastar muito

Fonte: VEJA SÃO PAULO