arte

Tela de Volpi será vendida em leilão com lance mínimo de 2 milhões de reais

Confira outras obras que bateram recorde no valor de venda

Por: Laura Ming - Atualizado em

Alfredo Volpi
Tela de Alfredo Volpi: lance mínimo de 2 milhões de reais (Foto: Reprodução - Canvas Galeria)

Uma tela rara de Alfredo Volpi (1896-1988) vai a leilão nesta terça (25), a partir das 21h, na Canvas Galeria de Arte, em Pinheiros. A obra de 1970, que faz parte da sua série de mastros e bandeirinhas, destaca-se pelas cores poucos comuns na carreira do artista modernista. Quem quiser levar a pintura para casa deverá desembolsar, no mínimo, 2 milhões de reais.

+ Ron Mueck expõe suas esculturas hiper-realistas na Pinacoteca

Apesar de o italiano radicado no Brasil estar entre os artistas mais caros do país, o recorde de valor em leilões não é seu. Uma tela de Lygia Clark (1920-1988), Superfície Modulada nº 4, foi vendida por 5,3 milhões de reais em setembro do ano passado. Trata-se do preço mais alto pago por uma obra brasileira. Confira abaixo outros exemplos.

Lygia Clark
Superfície Modulada nº 4: recorde de Lygia Clark (Foto: Reprodução - Bolsa de Arte)

Entre os artistas brasileiros vivos, a campeã nos leilões é a carioca Beatriz Milhazes. Sua tela Meu Limão foi arrematada por 4,3 milhões de reais há dois anos.

Beatriz Milhazes
Meu Limão, da Beatriz Milhazes, é a obra mais cara de um artista brasileiro vivo (Foto: Reprodução)

Com essa transação, ela tirou o recorde de Adriana Varejão, cuja tela Parede com Incisões à la Fontana II havia sido adquirida por 2,7 milhões de reais em 2011.

Adriana Varejao
Parede com Incisões à La Fontana II, de Adriana Varejão (Foto: Reprodução - Christie´s)

Quando se olha para valores de artistas internacionais, esses números se multiplicam ainda mais. Há um ano, um tríptico, série de três obras, de Francis Bacon achou um comprador disposto a pagar mais de 300 milhões de reais por ele. 

Francis Bacon
Três estudos sobre Lucian Freud de Francis Bacon (Foto: Reprodução - Christie´s)

Entre os artistas vivos o recorde foi alcançado pelo americano Jeff Koons e seu Cachorro de Balão (Laranja), arrematado no ano passado por 135 milhões de reais.

Jeff Koons
Cachorro de Balão (Laranja), de Jeff Koons (Foto: Divulgação)

Fonte: VEJA SÃO PAULO