polícia

Leão roubado no interior de São Paulo é achado em criadouro do ex-dono

Segundo a polícia, animal, de 300 quilos, estava em Maringá, no criadouro que pertence ao antigo proprietário do animal

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

leão Rawell - roubado de criadouro no interior de sp
O leão Rawell, que havia desaparecido na quinta-feira (Foto: Reprodução)

Fim do mistério sobre o leão Rawell, que foi roubado na quinta-feira (1º)  de um criadouro em Monte Azul Paulista (a 400 quilômetros da capital).

O animal tem 9 anos, pesa 300 quilos e foi surrupiado do Criadouro Conservacionista São Francisco de Assis, de Oswaldo Garcia Júnior, onde estava havia cinco anos com autorização do Ibama. 

Segundo os vizinhos do criadouro, uma caminhonete com uma jaula entrou na fazenda no meio da noite e levou o felino. Imagens de circuito interno mostraram a ação. O dono do local apareceu na TV chorando, preocupado com a saúde do leão e, claro, para onde foi levado. Rawell come cinco quilos de carne por dia e, em cativeiro, tinha comportamento dócil.

Neste sábado (3), a polícia divulgou ter achado o animal no criadouro de Ary Marcos, em Maringá, no interior do Paraná. Marcos era o antigo proprietário do animal, mas, segundo o atual dono, havia feito uma doação reconhecida em cartório. Ele não estava no local. Um funcionário que impediu a entrada de policiais foi preso.

No mercado negro, um leão bem cuidado como Rawell pode valer até 100 000 reais e viver por 25 anos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO