100 Restaurantes

Kobayashi: japonês a quatro mãos

Junto de Marcelo Fukuya, Shundi Kobayashi prepara sushis onde funcionou o antigo Mosaic

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Kobayashi: japonês a quatro mãos 2149
Kobayashi e Fukuya: receitas à la carte e em rodízio caprichado (Foto: Fernando Moraes)

Um craque na arte do sushi, Shundi Kobayashi está de casa nova. Em setembro, o chef japonês fi rmou parceria com Marcelo Fukuya para montar o Kobayashi, no ponto onde antes funcionava o extinto Mosaic. De ambiente bem mais simples que os endereços nos quais o sushiman deu expediente — o Original Shundi e o Shundi e Tomodachi, no Itaim —, o restaurante apresenta dois tipos de menu preparados pela dupla. As sugestões podem ser pedidas à la carte ou no formato de um atraente rodízio.

No cardápio, as estrelas são as chamadas iguarias: pares de sushis (a R$ 16,00 cada um) cobertos por ingredientes como barbatana de tubarão e minipolvo. Melhor ainda é o toro, ou barriga gorda de atum, pelo mesmo preço. A carne rosada do peixe, assentada sobre arroz bem temperado, desmancha-se na boca. Muito acima da média, o rodízio custa R$ 36,90 no almoço e R$ 42,90 no jantar. Inicia-se por ceviche de peixes variados, cogumelo shimeji na manteiga, lula empanada e guiozas.

A primeira rodada de sushis e sashimis reúne fatias de atum, salmão e peixe prego, além de preparações especiais, caso do enrolado de acelga recheado de atum picante e do uramaki de pele de salmão frita. Completam a oferta três receitas quentes: grelhado de peixe (anchova ou salmão), yakisoba e tempura de legumes. De sobremesa, experimente a boa banana empanada em sucrilhos na companhia de sorvete de creme. A oferta de saquês e a seleção de vinhos são fracas. Vale a pena pagar a rolha e levar o branco preferido de casa.

Kobayashi. Avenida Doutor Cardoso de Melo, 1197, Vila Olímpia, ☎ 3804-5041 (70 lugares). 12h/15h e 19h/23h30 (sáb. e feriados só jantar; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Cr: todos. a (R$ 25,00) Aberto em 2009. $$

COMIDA ✪✪✪

AMBIENTE ✪✪

SERVIÇO ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO