Terraço Paulistano

Kate Moss: pouca roupa, muito dinheiro

Modelo inglesa topou ser a nova garota-propaganda da Valisère

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Kate Moss_terraço paulistano 2179
A modelo Kate Moss: cachê de 600 000 dólares por dez horas de trabalho (Foto: Gui Paganini)

Depois de três meses de conversas, de aprovar o nome de todos os profissionais envolvidos e de fazê-los viajar para Londres, a modelo inglesa Kate Moss topou ser a nova garota-propaganda da Valisère, marca de roupa íntima que abre sua primeira loja em setembro, na Rua Oscar Freire. A grife de lingerie teria investido 600 000 dólares apenas com o cachê da moça. “A Kate vai dar um ótimo retorno de vendas”, acredita o diretor de marketing Benny Rosset. Em dez horas de trabalho, ela bebeu apenas água — quase uma heresia considerando seu comportamento para lá de boêmio — e comeu sanduíche de salmão. “Kate chegou no horário e fez todas as poses pedidas”, conta Rosset. Para ele, é mais fácil lidar com tops do que com garotas em início de carreira. “Muitas se acham importantes antes de ser famosas.” Criada em 1934, a grife pretende inaugurar 300 butiques no país até 2015.

Fonte: VEJA SÃO PAULO