Liminar

Decisão da Justiça Federal mantém Feira da Madrugada aberta

Cópias do documento são distribuídas entre os comerciantes para que eles não sejam retirados do local

Por: Juliana Deodoro - Atualizado em

Feira da Madrugada
A Prefeitura enviou ao Corpo de Bombeiros um questionário para analisar o assunto (Foto: Marcos Fernandes)

Realizada no Brás, a Feira da Madrugada continuará aberta nesta quinta-feira (9) por decisão da Justiça Federal. A informação foi confirmada pelo diretor da Cooperativa de Comércio Popular de São Paulo (Coopercom) Mário Ye. A Prefeitura enviou ao Corpo de Bombeiros um questionário para analisar a viabilidade do cumprimento da liminar. Somente após essa resposta é que o Executivo vai se posicionar sobre o assunto.

Segundo Ye, a Prefeitura não cumpriu o acordo que determinava um prazo de quarenta dias para os comerciantes desocuparem o espaço. Dessa forma, a Justiça suspendeu a portaria que estabelecia o fechamento da feira para reformas.

Na manhã desta quarta-feira (8), comerciantes se reuniram com os secretários Chico Macena (Secretaria de Subprefeituras) e Eliseu Gabriel (Desenvolvimento Econômico e do Trabalho) e decidiram deixar o espaço pacificamente. 

O representante do sindicato dos ambulantes e microeempreendedores de São Paulo (Sindimei), Luciano Fernandes, disse que vários comerciantes já haviam retirado suas mercadorias quando chegou a notícia da liminar. “Quem estava empacotando parou e quem já tinha tirado as mercadorias começou a voltar.”

Ele informou ainda que a feira funcionará normalmente nesta madrugada, das 2h às 16h. Cópias da decisão judicial serão impressas e distribuídas entre os comerciantes para que eles não sejam retirados por policiais e fiscais da Prefeitura.

Fonte: VEJA SÃO PAULO