Cidade

Justiça interdita castelo de "escola de bruxaria", em Campos do Jordão

Espaço operava sem alvará, de acordo com MP; mais de 200 pessoas visitariam o evento inspirado no universo de Harry Potter neste final de semana

Por: Bárbara Öberg - Atualizado em

Escola de Magia e Bruxaria
O Hotel Castelo: interditado pela Justiça (Foto: Divulgação)

Na tarde desta quinta (23), o Hotel Castelo, empreendimento em Campos do Jordão de 7 000 metros quadrados, foi interditado depois que a Justiça aceitou um pedido do Ministério Público para fechar o local. De acordo com o órgão, o espaço operava sem alvará de funcionamento e Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). O empreendimento sediaria desta sexta (24) até segunda (27) o evento Escola de Magia e Bruxaria, cancelado por causa da decisão.

Inspirado na saga de Harry Potter, o projeto com ares de Hogwarts brasileira receberia 220 participantes de todo o país. Eles foram informados ontem do imprevisto. Porém, muitos já estavam a caminho de Campos do Jordão. Cada inscrito desembolsou pelo menos 1 850 reais com o pacote de "internato", incluindo três diárias com hospedagem em um quarto de até catorze pessoas e três refeições.

+ Saiba mais sobre o evento inspirado em Harry Potter

Escola de Magia e Bruxaria
Nota oficial dos organizadores do evento (Foto: Divulgação)

O lugar interditado era alugado pela empresa responsável pela Escola de Magia e Bruxaria. "Estamos fazendo tudo ao nosso alcance para reverter a situação", explica Vanessa Godoy, uma da organizadoras. Os "alunos" desta edição têm a opção de ressarcimento ou podem agendar um novo final de semana. Quem já tinha chegado está sendo realocado para hotéis ou tendo as passagens transferidas.

Escola de Magia e Bruxaria
O castelo interditado (Foto: Divulgação)
Escola de Magia e Bruxaria
Uma das salas da construção (Foto: Divulgação)
Escola de Magia e Bruxaria
Ambiente do castelo de 7 000 metros quadrados (Foto: Divulgação)

Fonte: VEJA SÃO PAULO