Esportes

Justiça determina prazo para Luxemburgo pagar dívida com cassino

Técnico do Cruzeiro pode ter bens penhorados se não acatar a decisão do juiz de São Paulo

Por: Veja São Paulo

luxemburgo
Derrota por 3 a 0: Luxemburgo comandou o Cruzeiro contra o Corinthians, em Itaquera, nesse domingo (23) (Foto: Rodrigo Gazzanel/Futura Press/Folhapress)

A Justiça estabeleceu um prazo de três dias para que o técnico do Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo, pague a dívida de 428 676 reais com um cassino de Las Vegas. Na última sexta (21), o juiz da 34ª Vara Cível de São Paulo, Adilson Aparecido Rodrigues Cruz, emitiu um mandado de citação pedindo para que um oficial de Justiça cite o treinador.

+ Prefeitura acata recomendação de Ministério Público

De acordo com o despacho, o técnico pode ter os bens penhorados se não quitar o débito com o Wynn Las Vegas.

+ ‘Dilma Bolada’ se transforma em alvo de críticas nas redes sociais

A dívida de Luxemburgo com o hotel nos Estados Unidos foi revelada pela ESPN. O valor cobrado é referente à dívida do treinador feita em fevereiro de 2014.

Ainda de acordo com a reportagem da emissora, a empresa apresentou para a Justiça brasileira um cheque promissório do técnico com valor de 300 000 dólares que deveria ter sido quitado em 29 de maio do ano passado. Segundo o cassino, Luxemburgo quitou até o momento 161 000 dólares.

+ Confira as principais notícias da cidade

O treinador esteve em São Paulo nesse domingo (23), comandando o Cruzeiro contra o Corinthians, em Itaquera. Na partida, o time mineiro perdeu por 3 a 0.

Fonte: VEJA SÃO PAULO