Cinema

3 perguntas para... Juliana Paes

Estrela da novela “Caminho das Índias” participa de seu terceiro longa-metragem, "Amor por Acaso"

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Juliana Paes - 2194
Juliana Paes: grávida de nove meses, protagoniza a comédia romântica americana 'Amor por Acaso' (Foto: AGÊNCIA FOTONAUTA)

Sempre bonita e simpática, a atriz fluminense Juliana Paes, que está no nono mês de gravidez (o filho Pedro pode nascer a qualquer momento), não é marinheira de primeira viagem no cinema. A estrela da novela “Caminho das Índias” participa de seu terceiro longa-metragem, após “Mais uma Vez Amor” (2005) e “Casa da Mãe Joana” (2008). Ela protagoniza a comédia romântica americana Amor por Acaso, dirigida nos Estados Unidos pelo ator Márcio Garcia, que tem estreia prometida para sexta (10).

VEJA SÃO PAULO - Qual a dica para interpretar em inglês sem tropeços, como você faz no filme?Juliana Paes - Viajei algumas vezes aos Estados Unidos a passeio, mas o máximo que fiquei lá foi um mês. Sou formada em dois cursos e sempre gostei do idioma, mas acredito que meu inglês fluente é fruto da minha falta de timidez para falar. Nunca tive vergonha de me comunicar no exterior, ao contrário de muito brasileiro que tem receio de falar errado. O mesmo não acontece quando um gringo vem para cá e a gente fica besta só porque ele sabe pedir “caipirrrinha”.

VEJA SÃO PAULO - “Amor por Acaso” é o primeiro passo para a carreira internacional?

Juliana Paes - Há uma série de fatores para construir uma carreira no exterior, e isso não acontece por vontade individual. Acho que o filme pode, sim, traçar um rumo para projetos estrangeiros futuros. Se aparecer outro convite, é claro que tenho vontade de trabalhar fora do Brasil. Mas agora não poderia morar longe daqui, passar meses nos Estados Unidos fazendo testes, batalhando papéis. Estou prestes a ser mãe... Carreira internacional e bebê não combinam.

VEJA SÃO PAULO - Como está a preparação para a chegada de Pedro?

Juliana Paes - Estou totalmente maternal. As pessoas à minha volta já me poupam de tudo. Dizem que eu não posso usar salto alto nem sassaricar por aí (risos). Fico em casa, leio livros sobre bebês e curto meu momento mãe. Nunca fui de fazer planejamento a longo prazo, mas devo ficar um bom tempo recolhida e voltar à ativa só no segundo semestre de 2011. Tenho saudade da TV, do ambiente das gravações, de me preparar para uma personagem... Acredita que a Maya de “Caminho das Índias” repercute até hoje? A novela está passando em Miami e fui muito abordada nas ruas por estrangeiros quando estive lá recentemente.

Fonte: VEJA SÃO PAULO