Política

Julgamento final do impeachment deve ocorrer em 29 de agosto

Previsão foi feita neste sábado, 30, por Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

dilma5
Dilma Rousseff: afastado do cargo por 180 dias (Foto: Reprodução)

Por meio de uma nota divulgada por sua assessoria de imprensa neste sábado, 30, Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) estimou que o julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff começará em 29 de agosto.

A previsão foi feita com base em avaliações de técnicos do Senado e do STF. A votação deve se estender por uma semana. Respeitados os prazos do processo, o plenário deveria começar a votação no dia 26 de agosto. Mas foi feito um acordo com o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) para empurar a fase final do processo para três dias depois.  

A expectativa dos prazos é a seguinte:

- dia 9 de agosto: Sessão Plenária de Pronúncia, sob a coordenação do Presidente do Supremo;

- até 48 horas após, acusação apresenta argumentos e rol de testemunhas;

- sucessivamente, até 48 horas depois, defesa protocola sua posição contrária e apresenta testemunhas;

- em seguida, decurso do prazo de 10 dias previsto no parágrafo único do art. 60 da Lei 1079/50;

- primeira data possível para início da fase de julgamento, respeitados os prazos acima elencados: 26 de agosto (sexta-feira);

- previsão de data: 29 de agosto (segunda-feira). A expectativa dos técnicos é que o julgamento se prolongue por uma semana.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO